Está em home office? Saiba como transformar o espaço de casa e garantir produtividade

Segundo a arquiteta Marcela Arruda, cadeira e mesa são itens indispensáveis, mas iluminação e cores também podem ajudar

Arquitetos recomendam espaço iluminado para Home Office
Legenda: Saída do ambiente do trabalho natural pode estar carregada de mudanças dentro de casa
Foto: José Leomar

A saída dos escritórios para o ambiente de home office por conta da pandemia de Covid-19 mudou a rotina de diversos trabalhadores em solo brasileiro. Em Fortaleza, logo após a decisão de lockdown anunciada pelo governador do Estado Camilo Santana, empresas privadas, assim como o serviço público, receberam recomendação para adotar o regime de trabalho. O objetivo, claro, seria o de diminuir as taxas de proliferação do vírus no Ceará.

Assim, longe dos ambientes pensados para garantir produtividade, a casa precisou novamente de adaptação para comportar as obrigações cotidianas pelo menos até o dia 18 de março, quando se encerra o decreto atual em território cearense.

Não faltou gente para correr em busca de mesas de escritório, cadeiras confortáveis e notebooks para retomar a jornada de trabalho. Entretanto, transformar o ambiente individual nem sempre pode ser tarefa fácil.

De acordo com especialistas em arquitetura e decoração, por exemplo, atenção com a iluminação do ambiente e conforto dos móveis usados no home office são essenciais para esse novo modelo, que vem sendo adotado por possibilitar a falta de contato e a diminuição dos casos da doença nas empresas.

E, na prática, quais as principais dicas para um bom espaço de home office? Montamos uma lista detalhada para deixar esse período em casa um pouco mais fácil. Confira:

Lugar aconchegante

Um dos principais problemas ao trabalhar de casa pode ser a falta de estrutura adequada. Para aqueles que já possuem o básico, como uma mesa e uma cadeira, é importante dar detalhes ao espaço que será companhia na jornada diária. 

"O ideal é deixá-lo mais agradável", inicia a arquiteta Marcela Arruda sobre a questão. "É bom apostar em plantas ou quadros, que trazem essa sensação de aconchego ou familiaridade. Além disso, é essencial ficar atento na iluminação desses ambientes, de preferência seguir sempre para a luz natural", explica.

Legenda: Para trazer conforto visual ao home office, arquitetos indicam a necessidade da luz natural no ambiente
Foto: Shutterstock

Segundo a profissional, a luz traz essa sensação de aconchego, tão importante quando o trabalhador deixa o ambiente natural da rotina. Nesse caso, uma boa iluminação pode ser garantia até mesmo de menos cansaço.

"Se possível, é bom colocar a mesa mais próxima das janelas, onde não haja muito movimento de abertura de portas, por exemplo, visando a concentração", pontua ela.

Cadeira e mesa

Se para muitos o problema é o espaço, para outros os móveis básicos são a preocupação inicial sobre o home office. De acordo com Marcela, a recomendação é simples: pesquise como adaptá-los ao espaço disponível sempre pensando em cada tarefa.

"Sempre indicamos bastante começar pela mesa. Ela deve ter espaço suficiente para o computador e outros instrumentos de trabalho. Também é essencial uma cadeira confortável, até mesmo pela quantidade de tempo que se passa nesse espaço", observa.

Legenda: Além da luz, cadeira e mesas confortáveis são essenciais nesse modelo de trabalho
Foto: Shutterstock

Nesse sentido, ela opina, a cadeira também é importante e deve ser escolhida com bastante "cuidado". "Compre uma cadeira ergonômica, que é feita especialmente para isso. Elas possuem o assento mais elevado, possuem a curvatura da coluna, o ajuste de altura, itens fundamentais para garantir o conforto". 

Se o interesse for realmente investir nesse espaço de trabalho, ela recomenda a ajuda de um profissional. Assim, ele poderá indicar cada detalhe seguindo os desejos pessoais do cliente.

Cores do espaço

Ainda sobre a iluminação, Marcela não esquece de lembrar como ela pode definir a produtividade de cada pessoa. Além da luz, que deve ser, de preferência, natural, as cores das paredes do cômodo utilizado também influenciam nesse aspecto.

"Existem aquelas que ajudam na concentração, por exemplo. Opte pelas cores mais claras, mais suaves. Azul e verde geralmente são boas alternativas, pois não chamam tanta a atenção do olhar", explicita.

No geral, a arquiteta finaliza, a mudança deve ser administrado para garantir que o espaço seja mais um auxiliar no momento de trabalho, que se reconfigurou em um momento tão delicado.