Sem Bolsonaro e com R$ 200 mi, PSL planeja fazer 500 prefeitos

Ex-partido do presidente anuncia caravana pelo País entre março e maio para escolher candidaturas