Polícia prende um dos suspeitos pelos assassinatos de sargento da PM e empresário em Maranguape

Francisco Agnaldo da Silva Amorim, conhecido por “Naldo”, tem antecedentes criminais por tráfico de drogas e por roubo

Cenário mostra a rua onde ocorreu o crime, uma viatura da polícia e outro carro
Legenda: As vítimas foram abordas pelos suspeitos após colisão enquanto trafegavam em Maranguape
Foto: Kilvia Muniz

Após cinco meses do crime, um dos suspeitos de matar a tiros um sargento da reserva e um empresário foi preso nesta sexta-feira (5), em Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza. Ele foi identificado como Francisco Agnaldo da Silva Amorim, de 42 anos, conhecido por “Naldo”, e já responde pelos crimes de tráfico de drogas e roubo. 

O suspeito foi reconhecido após investigações. Segundo a Polícia, ao chegar para realizar a captura do suspeito para o cumprimento de um mandado de prisão temporária, "entorpecentes e uma espingarda" foram encontrados no local e apreendidos. ‘Naldo’ foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas. 

O duplo homicídio ocorreu em outubro de 2020. O oficial da Polícia Militar Juscelino Araújo Chaves, de 58 anos, e o empresário Daniel Cortez, de 45 anos, trafegavam em um veículo, em Boa Vista dos Valentins, zona rural de Maranguape, quando colidiram o carro e foram abordados em seguida por suspeitos. 

Daniel não resistiu aos ferimentos e morreu na hora. Já o sargento conseguiu sair do carro e fugiu, mas foi perseguido e morto. Os demais envolvidos ainda não foram localizados. A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) afirma que segue investigando o caso para encontrá-los. 

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou ainda para o número (85) 3101-2808, da Delegacia Metropolitana de Maranguape. O sigilo e o anonimato são garantidos.

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança

Assuntos Relacionados