Polícia encerra festa clandestina com 11 pessoas em Canindé

A ação policial ocorreu por volta das 22h, após uma denúncia em que a festa ilegal foi relatada na localidade da Fazenda Poço

As pessoas envolvidas no caso foram levadas à Delegacia Regional de Canindé, onde foi documentado um Termo Circunstanciado de Ocorrência
Legenda: As pessoas envolvidas no caso foram levadas à Delegacia Regional de Canindé, onde foi documentado um Termo Circunstanciado de Ocorrência
Foto: Divulgação

A Polícia Militar do Estado do Ceará encerrou uma festa clandestina com 11 pessoas na noite do último sábado (20) em Canindé. Todos os envolvidos foram conduzidos à delegacia para prestar esclarecimentos. 

A ação policial ocorreu por volta das 22h, após uma denúncia em que a festa ilegal foi relatada na localidade da Fazenda Poço, na zona rural de Canindé. Os policiais foram até o local e encontraram 11 pessoas "fazendo uso de bebidas alcoólicas e três gramas de maconha.

As pessoas envolvidas no caso foram levadas à Delegacia Regional de Canindé, onde foi documentado um Termo Circunstanciado de Ocorrência, por violação ao art.1, IV, do Decreto Estadual nº 33.965.

Violação do decreto

Segundo a PM, o evento violava o decreto estadual de isolamento rígido, aplicado pelo Governo do Estado para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus no Ceará. 

Legenda: Polícia Militar responde à denúncia de festa clandestina em Canindé
Foto: Divulgação

No último sábado (20), o Estado chegou à marca de 12.897 mortes por covid-19 desde o começo da pandemia, ainda em 2020. 

"Ressaltamos que ações como essa representam medidas necessárias à manutenção da saúde pública da sociedade cearense, uma vez que uma das principais estratégias de combate ao avanço da pandemia, consiste na redução do contato social, especialmente àqueles decorrentes da reunião de grupos numerosos de pessoas. Salientamos ainda que a população pode colaborar com os trabalhos das Forças de Segurança denunciando festas e aglomeração, ligando para o número 190", afirmou a PMCE em nota.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança