Homem é preso em flagrante suspeito de atirar no cachorro do vizinho em Granja

Ele informou aos agentes da Segurança Pública que utilizou uma espingarda artesanal na ocasião

espingardas artesanais
Legenda: Francisco Jhonny apontou para a composição duas espingardas artesanais que mantinha na residência
Foto: Divulgação/Polícia Militar

Um homem de 26 anos identificado como Francisco Jhonny dos Santos foi preso, na última segunda-feira (17), suspeito de atirar no cachorro do vizinho com uma espingarda artesanal, na localidade de Lagoa Seca, em Granja, no interior do Ceará. Ele alegou que baleou o animal porque o cão teria avançado nele, de acordo com a Secretaria da Segurança Pública.

A pasta informou que a Polícia Militar foi ao distrito de Pessoa Anta e, no local, encontrou o suspeito na casa onde ele morava. Lá, o homem confirmou à equipe ter atirado no cachorro.

Sem esboçar qualquer resistência, ele apontou para a composição duas espingardas artesanais que mantinha na residência. Uma delas, segundo Francisco Jhonny, foi usada para ferir o animal.

Procedimentos

As espingardas artesanais e o suspeito foram apresentados na Delegacia Municipal de Granja, onde, depois de ser ouvido, foi autuado em flagrante e indiciado por posse irregular de arma de fogo e pelo crime de maus-tratos.

Francisco Jhonny foi autuado com base na Lei Sansão (Lei 14.064/2020), que aumentou a punição para quem maltrata cães e gatos.

Se condenado, o homem pode pegar uma pena de reclusão de dois a cinco anos, e multa. O caso foi remetido ao Poder Judiciário.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança