Filho de PM da reserva é morto a tiros no bairro Edson Queiroz, em Fortaleza

A vítima, segundo familiares, era ex-presidiário e vinha cometendo uma série de delitos na região

viaturas da Polícia Civil, Polícia Militar e rabecão da Perícia Forense no bairro Edson Queiroz após homicídio
Legenda: O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investigará o caso
Foto: Rafaela Duarte

O filho de um policial militar (PM) da reserva foi assassinado a tiros nesta quarta-feira (28) no bairro Edson Queiroz, em Fortaleza. O crime aconteceu no início da noite na Rua do Gelo, após abordagem de dois suspeitos. O homem foi atingido com vários disparos na cabeça. 

A vítima foi identificada como Carlos Marlon Silva Miranda, de 28 anos. As informações foram repassadas no local ao Sistema Verdes Mares, por PMs do 19º Batalhão de Polícia Militar (BPM).

Conforme a família repassou aos policiais, Carlos Marlon era ex-presidiário e vinha praticando uma série de delitos na região. Ele usava uma tornozeleira eletrônica, que foi quebrada por ele há cerca de dois meses. 

Ameaças de morte

Ainda conforme PMs do 19º BPM, parentes informaram que Marlon já havia recebido ameaças de morte pelos crimes que praticava na comunidade, como furtos e roubos. Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a vítima respondia, além desses crimes, por estelionato.

Familiares comentaram ainda que aconselhavam a vítima a parar com as práticas criminosas. O pai de Carlos Marlon, um PM da reserva, estava no local, muito abalado e sem condições de falar com a reportagem. 

O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A SSPDS comunicou que realiza diligências e oitivas para apurar o caso, além de que a Polícia Militar do Ceará (PMCE), a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) e o DHPP foram ao local com o intuito de colher indícios para subsidiar as investigações.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança