Dois suspeitos são presos por assassinato de agente na BR 116; três morrem em confronto com PM

A agente da Polícia Penal foi morta a tiros em Aquiraz na manhã desta sexta-feira (22). Os suspeitos do crime fugiram do local sem levar a arma da vítima ou outros pertences

Legenda: A policial penal de 30 anos foi morta a tiros ns BR 116, em Aquiraz
Foto: Reprodução

Dois suspeitos de participar do latrocínio (roubo seguido de morte) da agente penitenciária Ana Paula Vieira de Oliveria foram presos nesta sexta-feira (22), no Eusébio, na Grande Fortaleza. Outros três suspeitos do crime foram baleados e mortos na ação policial para capturar o grupo. A vítima foi morta durante uma tentativa de assalto ocorrida pela manhã, às margens da BR-116, na cidade de Aquiraz.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, logo após o crime, equipes do Bope, da Polícia Civil, da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) e da Polícia Municipal de Eusébio iniciaram as buscas pelos suspeitos que estavam escondidos em um matagal nas proximidades do distrito de Jabuti. Ao se aproximarem do grupo, os agentes foram recebidos a tiros e revidaram. Três suspeitos foram lesionados e levados para uma unidade hospitalar, mas morreram. 

Os outros dois homens foram capturados. Com eles foram apreendidos dois revólveres e uma espingarda, além de munições, uma balança de precisão e drogas. Eles foram levados para a seede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em Fortaleza.

O crime

A vítima, que era agente da Polícia Penal foi morta a tiros na rodovia BR-116, em Aquiraz, na Grande Fortaleza, na manhã desta sexta-feira (22). Os suspeitos do crime fugiram do local sem levar a arma da vítima ou outros pertences.

Segundo testemunhas, a policial estava com o carro quebrado na rodovia na altura do km 20, à espera de um reboque, depois de deixar o serviço. A vítima, Ana Paula de Oliveira, tinha 30 anos e era natural de Fortaleza. Ela era esposa de um policial militar.