Adolescente suspeito de morte de policial civil em Caucaia é apreendido

Com isso, chegou a cinco o número de detidos envolvidos no caso

Escrito por Matheus Facundo e Rafaela Duarte,

Segurança
O escrivão foi assassinado em uma casa que alugava e que estava desocupada, no bairro Padre Júlio Maria
Legenda: O escrivão foi assassinado em uma casa que alugava e que estava desocupada, no bairro Padre Júlio Maria
Foto: Darley Melo

Um adolescente suspeito de participação na morte, no começo de janeiro, do escrivão Edson Silva Macedo, da Polícia Civil do Ceará (PC-CE), foi apreendido por policiais do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) em Caucaia, na noite desta quarta-feira (26).

Com a captura, subiu para cinco o número de pessoas detidas envolvidas no homicídio e no ato infracional análogo ao crime.

A apreensão foi efetuada no bairro Padre Júlio Maria, o mesmo onde o policial foi morto, em casa. 

Com o adolescente, a Polícia encontrou duas pistolas com dois carregadores, 29 munições e uma trouxinha de maconha. Conforme as investigações da Polícia Civil, o jovem é suspeito de participação em grupo criminoso e de envolvimento direto na morte do escrivão.

O adolescente foi conduzido para a Delegacia Metropolitana de Caucaia, onde foi cumprido mandado de busca e apreensão para a internação provisória em relação ao ato infracional análogo ao crime de homicídio. Ato infracional análogo ao crime de porte ilegal de arma de fogo também foi lavrado.

Escrivão morto

De acordo com policiais militares que estiveram no local do crime, o escrivão Edson Macedo possuía uma casa para alugar em Caucaia, mas o imóvel estava desocupado.

Conforme a Polícia, ele soube que a residência estava sendo usada por criminosos e, na noite do dia 8 de janeiro, foi ao local verificar. Ao chegar na casa, foi surpreendido pelos atiradores e acabou morto

No imóvel foram encontrados cápsulas de pistola calibres .40 e 380. O corpo do policial estava na sala da casa. Um dos tiros atingiu a nuca do escrivão. Uma das hipóteses levantadas preliminarmente pela Polícia é a de que ele entrou pela frente da casa e os suspeitos chegaram pelos fundos. 

Busca por foragido

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), as Forças de Segurança do Estado seguem em diligências em Caucaia à procura de outro foragido com envolvimento no assassinato do escrivão. Carlos Roberto Oliveira da Silva, de 18 anos, conhecido como Fazendeiro segue foragido.

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem na busca pelo suspeito. Denúncias podem ser feitas para o telefone (85) 3257-4807, do DHPP, que também é o WhatsApp do Departamento.

As denúncias também podem ser realizadas para o número 181, o Disque-Denúncia da SSPDS, ou para o WhatsApp (85) 3101-0181, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia. Sigilo e anonimato são garantidos.