No Cariri, famílias reclamam de corte de energia da Enel e demora em religamento

Em um dos casos, uma idosa de 82 anos passou cinco dias no escuro

Corte de energia Enel
Legenda: Kid Júnior

Moradores de Juazeiro do Norte e Crato, na região do Cariri, reclamam de demora no religamento no fornecimento de energia cortado pelo Enel. Uma criança que se utiliza de uma sonda e precisa de cuidados especiais e uma idosa de 82 anos, de acordo com seus cuidadores, foram prejudicados até o religamento do sistema. 

Em Juazeiro do Norte, uma mulher disse que, na última terça-feira (30), um funcionário da companhia elétrica foi até a sua residência e efetuou o corte de energia.

Ela informou que, a única conta em atraso há oito dias, havia sido paga no mesmo dia do corte. 

De acordo com a cliente, que tem uma criança em casa que precisa de cuidados especiais, a energia do local foi regularizada no dia seguinte. 

No Crato, uma idosa de 82 anos passou cinco dias sem energia e só teve fornecimento regularizado na manhã deste sábado (4). De acordo com seu filho, o funcionário da Enel efetuou o corte também sem comunicar à moradora da casa. 

Prejuízos

De acordo com a familía, eles foram informados de um atraso na conta, mas que não tinham conhecimento do débito. Mesmo assim, regularizaram o pagamento e haviam sido informados que a energia voltaria em até 24 horas. 

Com vários prejuízos de alimentos estragados na geladeira e risco de acidente com a idosa no escuro, a família criticou a ausência de resposta sobre as razões pelas quais houve demora na regularização do fornecimento. 

Em nota, a Enel Distribuição Ceará disse que vai avaliar cada caso apresentado e entrará em contato com os clientes para resolver as situações. "Quando conseguimos apurar melhor o caso enviaremos uma nota atualizada", disse a empresa. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará

Assuntos Relacionados