Ceará tem 13 açudes sangrando, aponta Cogerh


Dos 155 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos do Ceará (Cogerh), 13 estão sangrando. O Gameleira, em Itapipoca, cuja capacidade é de 52,642 milhões de metros cúbicos, foi o último reservatório a transbordar ainda na tarde da última quarta-feira (15). A informação consta no Portal Hidrológico do Estado. 

Veja os açudes que já atingiram 100% da capacidade

  • Acaraú Mirim (Massapê)
  • São Vicente (Santana do Acaraú)
  • Caldeirões (Saboeiro)
  • Jatobá (Milhã) 
  • Angicos (Coreaú) 
  • Itaúna (Granja) 
  • Tucunduba (Senador Sá) 
  • Gameleira (Itapipoca) 
  • Quandú (Itapipoca)
  • São Pedro Timbaúba (Miraíma)
  • Germinal (Palmácia)
  • Tijuquinha (Baturité) 
  • Barragem do Batalhão  (Crateús) 

Demais reservatórios

Ainda conforme o levantamento, 18 açudes estão com carga acima de 90%. Entre eles, se destacam: Pau Preto, em Potengi, com 97,13% de capacidade hídrica alcançada; Trapiá III, em Coreaú (95,17%) e o Do Coronel, no município de Antonina do Norte (94,46%).

Outros 54 reservatórios têm volume inferior a 30%. Quatro deles estão secos por falta de recarga hídrica: Forquilha II (Tauá); Monsenhor Tabosa, em município homônimo; Pirabibu (Quixeramobim) e Madeiro, em Pereiro. 

Em igual período do ano passado, porém, o Ceará tinha mais que o dobro de açudes sangrando. Segundo a Cogerh, eram 32 reservatórios. Outros 42 estavam com volume acima de 90% e 55 inferior a 30%.