Após anunciar apoio a Roberto Cláudio, PSDB e Cidadania recuam e decidem por neutralidade

Em convenção, integrantes da sigla divergem de anuncio feito por Tasso Jereissati em apoio ao PDT

Escrito por Igor Cavalcante, igor.cavalcante@svm.com.br

PontoPoder
Convenção do PSDB ocorreu na tarde desta quinta-feira (4)
Legenda: Convenção do PSDB ocorreu na tarde desta quinta-feira (4)
Foto: Divulgação

Apesar do apoio à candidatura de Roberto Cláudio (PDT) ao Governo do Ceará, anunciado pelo senador Tasso Jereissati (PSDB), a convenção do PSDB e do Cidadania aprovou, nesta quinta-feira (4), a posição de neutralidade para o pleito deste ano.

O colegiado decidiu que a federação dos partidos não irá fazer coligação para a disputa majoritária, nem para Governo nem para o Senado. O encontro dos tucanos ocorreu na Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE).

Durante o evento, o presidente do PSDB, Chiquinho Feitosa, que também preside a Federação, expôs o questionamento ao apoio à candidatura do PDT para votação.

Dos onze membros que fazem parte do colegiado, pelo menos sete já votaram pela neutralidade.

Recuo

No último dia 1º de agosto, Tasso afirmou que a decisão foi tomada "em coerência com o nosso legado de realizações", por reconhecer no ex-prefeito de Fortaleza "a competência, a experiência administrativa e o compromisso com esses ideais".

No mesmo dia, em publicação nas redes sociais, o Cidadania comemorou o posicionamento, ressaltando que "a posição vai ao encontro do que foi defendido pelo Cidadania, unificando a federação no Ceará".