Novo coordenador da bancada cearense, Genecias Noronha aponta Saúde como prioridade na atuação

O deputado federal vai coordenar a bancada pelos próximos dois anos

Legenda: Deputado federal Genecias Noronha (SD) foi escolhido novo coordenador da bancada cearense
Foto: Saulo Roberto

Escolhido novo coordenador da bancada cearense em Brasília, o deputado federal Genecias Noronha (SD) vai ser o responsável por liderar as interlocuções com o Governo Federal pelos próximos dois anos. A informação foi antecipada no PontoPoder. O parlamentar, que tem trânsito no chamado grupo Centrão, colocou a saúde como prioridade para os trabalhos. 

Ao menos 20 deputados participaram da reunião. O senador Eduardo Girão (Podemos), também esteve presente. A indicação pelo nome do Genecias teve o apoio, inclusive, do deputado Eduardo Bismark (PDT), que ocupava o posto de coordenação, após articulação para unir a bancada em torno de deputado do Solidariedade. 

Emendas

Uma nova reunião ocorrerá na próxima quarta-feira (24), onde os parlamentares começarão a discutir sobre a divisão de emendas. Há as emendas de bancada — estimadas em cerca de R$ 241 milhões, e deverão ser divididas da seguinte forma: metade distribuídas entre os 22 deputados e três senadores para que destinem aos municípios, e a outra metade à disposição do governador Camilo Santana (PT). 

A ideia, de acordo com deputados que participaram das tratativas, é que o Governo do Estado use esse repasse para construção do Hospital Universitário do Ceará. Parlamentares que não fazem parte da base do Governo, no entanto, ainda durante a reunião definiram que adotarão posição mais independente na destinação das emendas. 

A outra categoria de emendas é a individual. Nesta modalidade, cada parlamentar cearense terá disponível R$ 16 milhões durante o ano, para destinar aos municípios de sua escolha. 

Função

A coordenação de bancada é uma função estratégica, porque é o parlamentar que media os interesses dos deputados e senadores com o Governo do Estado e ajuda a articular pleitos junto ao Governo Federal, Judiciário e o Legislativo, principalmente na busca por recursos. 

A bancada cearense se reuniu pela primeira vez, neste ano, para a escolha do novo coordenador do colegiado. Genecias apontou a Saúde, em meio à pandemia da Covid-19, como uma de suas prioridades na atuação junto à bancada.

"O Ceará é um estado pobre e depende do Governo Federal. Quero ajudar o nosso Estado e o governador com os pleitos do Ceará. Vivemos nesse momento de crise, crise da Saúde e unir a bancada é o principal".

Disputa

Mas a escolha da coordenação, desta vez, foi disputada. Atualmente, a função é ocupada pelo deputado federal Eduardo Bismarck (PDT). Ele assumiu a função em agosto do ano passado no lugar do deputado federal Domingos Neto (PSD), após se licenciar da Câmara. Bismarck manifestou interesse de permanecer na coordenação, em definitivo, e obteve apoio de parte dos parlamentares.

No entanto, Genecias Noronha, que está no terceiro mandato de deputado, cobiçava o posto e arregimentou uma lista com a assinatura de parlamentares em apoio ao seu nome. Após articulações que envolveram o governador Camilo Santana (PT), Bismarck retirou o nome da disputa. O Chefe do Executivo Estadual passou a apoiar Genecias.

Segundo Bismarck, não há clima para uma bancada dividida. "Eu era coordenador e estou como primeiro suplente da Mesa Diretora. Com o Orçamento (Federal) que vai ser votado agora, ia ficar muito comprometido e não dá atenção necessária (à bancada). E a bancada precisa ter união para conseguir as coisas", defendeu.

 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política