Flávio Dino, governador do Maranhão, anuncia desfiliação do PCdoB

A saída foi comunicada nas redes sociais, nesta quinta-feira (17)

Flavio Dino, governador do Maranhão, sorrindo
Legenda: Nas redes sociais, o político agradeceu à sigla citou “diferenças de estratégia e tática políticas”.
Foto: Divulgação PCdoB

O governador do Maranhão, Flávio Dino, anunciou a saída do Partido Comunista do Brasil (PCdoB). Nas redes sociais, o político agradeceu à sigla e citou “diferenças de estratégia e tática políticas”.

Após a saída deputado federal Marcelo Freixo do PSOL para o  PSB, se especulava a desfiliação de Flávio Dino para o mesmo partido. Outros nomes cotados são Manuela D’Ávila (PCdoB) e Orlando Silva (PCdoB). 

Ele também pretende disputar uma vaga no Senado em 2022. 

Desfiliação do PCdoB

“Informo que pedi desfiliação ao PCdoB. Desejo êxito ao partido na sua caminhada em defesa de uma pátria Livre e justa. Uma grande frente da esperança é um vetor decisivo para um novo ciclo de conquistas sociais para o Brasil. A tal tarefa seguirei me dedicando”, disse nesta quinta-feira (17), no Twitter. 

“Agradeço ao PCdoB a acolhida fraterna nesses 15 anos de militância. Diferenças que hoje temos, de estratégia e tática políticas, são menos importantes do que o meu reconhecimento ao papel histórico do partido na defesa de um novo projeto nacional de desenvolvimento para o Brasil”, disse.

Print
Foto: Reprodução / Twitter

Print
Foto: Reprodução / Twitter

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política