Deputados federais do Ceará tratam do futuro do BNB com o ministro da Casa Civil

Ao ser questionado por parlamentares aliados do Governo Bolsonaro (PSL) sobre eventual fusão do BNB com o BNDES, Onyx Lorenzoni teria dito que ainda não há definições quanto ao futuro do banco

Um grupo de oito deputados federais cearenses aliados do Governo Jair Bolsonaro (PSL) se reuniu, nesta quarta-feira (20), com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, em Brasília. Dentre os temas levados ao encontro, parlamentares questionaram o ministro sobre eventual fusão do BNB com o BNDES. Como resposta, ouviram que ainda não há definições sobre o futuro do banco estatal.

Estiveram com o chefe da Casa Civil Moses Rodrigues (MDB), Roberto Pessoa (PSDB), Capitão Wagner (Pros), Vaidon Oliveira (Pros), Júnior Mano (Patri), Genecias Noronha (SD), Dr. Jaziel (PR) e Pedro Bezerra (PTB). 

Ao Diário do Nordeste, o deputado Moses Rodrigues disse que Onyx informou aos cearenses que receberá, nesta quinta (21), "todo o levantamento do BNB" e que ainda não há "nada definido" no Governo quanto ao banco. Nas redes sociais, Roberto Pessoa disse que o ministro "não ouviu falar disso" e classificou informações sobre eventual fusão do BNB ao BNDES como "fake news".

Questionado sobre discussões relacionadas a indicações para cargos federais no Ceará, Moses Rodrigues disse que tal assunto foi tocado na reunião, mas o ministro, segundo ele, "informou que não tinha nada definido ainda quanto a essa questão de cargos nos estados". A retomada de conversas neste sentido ficou sinalizada para depois do Carnaval.

O grupo também levou à reunião, como reivindicação, a revitalização do Dnocs e ouviu de Lorenzoni um pedido de apoio à reforma da Previdência na Câmara dos Deputados. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política

Assuntos Relacionados