Vigilância Sanitária interdita 18 estabelecimentos comerciais por sete dias

Ações ocorreram da última quinta-feira (28) até o domingo (31), e os locais estavam descumprindo o decreto de prevenção contra a disseminação da Covid-19

Legenda: A Agefis realizou, de sexta-feira a domingo (31), 36 vistorias, que resultaram em 11 notificações, 10 autuações, 11 interdições e quatro atividades encerradas pelo descumprimento do decreto de enfrentamento à Covid-19
Foto: Divulgação

A Vigilância Sanitária, a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros vistoriaram 82 estabelecimentos comerciais localizados em Fortaleza e no Eusébio, entre a última quinta-feira (28) e domingo (31). Nas ações, foram interditados 19 estabelecimentos, sendo 18 com proibição de sete dias de funcionamento, e outro, por reincidência, teve interdição por 30 dias.

De acordo com a Secretaria da Saúde (Sesa), dos 82 estabelecimentos comerciais, 60 estavam cumprindo o decreto de prevenção contra a disseminação da Covid-19.

Na madrugada do último domingo (31), duas festas com aglomerações foram encerradas na Região Metropolitana de Fortaleza. Em Aquiraz, uma festa de forró chegou a reunir mais de 1.500 pessoas, enquanto em Caucaia, outro evento reuniu 500 pessoas, das quais 30 foram levadas à delegacia.

A festa de forró de Caucaia chamou atenção da técnica da Vigilância Sanitária, Jane Cris Cunha, já que o local ficava em uma área de acesso bastante difícil.

"Isso é uma preocupação constante, pois atualmente o número de casos vem aumentando na população mais jovem. Exatamente o perfil dessas pessoas que são flagradas nas festas aglomeradas e sem fazer uso de máscara", observa.

Outras regiões

Na capital cearense, na Região Metropolitana de Fortaleza, na Região Norte e na Região Sul, a Polícia Militar abordou 2.457 estabelecimentos comerciais, tendo 878 deles sido fechados.

A Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) realizou, de sexta-feira (29) a domingo (31), 36 vistorias, que resultaram em 11 notificações, 10 autuações, 11 interdições e quatro atividades encerradas pelo descumprimento do decreto de enfrentamento à Covid-19.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza