Sobe para 14,5 toneladas quantidade de óleo recolhida do Cumbuco; novo trecho é afetado

O total corresponde aos três primeiros dias de mutirões realizados pelo comitê Juntos Contra o Óleo, segundo a Prefeitura de Caucaia

Legenda: O Imac estima que até 15 quilômetros da orla foram afetados pelo óleo
Foto: Divulgação

Já foram retiradas 14,5 toneladas de óleo da faixa de areia do Cumbuco até o fim de quinta-feira (7), de acordo com a Prefeitura de Caucaia. O total corresponde aos três primeiros dias de mutirões realizados pelo comitê Juntos Contra o Óleo, que conta com efetivos da Marinha, Corpo de Bombeiros, Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) e voluntários. Nesta sexta-feira, as manchas avançaram até o Cauipe, conforme a Prefeitura. Até a manhã de ontem, 11 toneladas foram removidas. Hoje, novo balaço deve ser anunciado no fim do dia. 

Ainda nesta sexta-feira (8), os trabalhos começaram às 8 horas da manhã, com equipe de 100 pessoas. “Hoje, o trabalho está sendo um pouco mais complicado porque o material, o óleo, está abaixo da areia, enterrado. É mais difícil para encontrar”, ressalta o titular da Secretaria de Patrimônio, Serviços Públicos e Transporte (SPSPTrans) de Caucaia, Assis Medeiros. 

Foto: Divulgação

O comitê Juntos pelo Óleo já montou um ponto de apoio também no Cauípe. Outras duas tendas de suporte aos trabalhadores e voluntários estão no Wai Wai e no Vila Galé, onde a situação está  mais crítica. Assis Medeiros acredita que sejam retirados mais de três toneladas até o fim do dia. Os mutirões de limpeza vão se estender pelo fim de semana.

O estado de emergência decretado pelo prefeito Naumi Amorim só deve se encerrar quando todo o litoral estiver limpo. O Instituto do Meio Ambiente de Caucaia (Imac) estima que até 15 quilômetros da orla foram afetados pelo óleo. Todo o material é transportado pela Marinha para análise na Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) e posterior eliminação ou reaproveitamento.

Um relatório das localidades atigindas divulgado pelo Ibama, nesta quinta-feira, mostra que onze praias do Ceará apresentaram vestígios de óleos do dia 4 ao dia 6 deste mês. Duas praias do cumbuco estão oleadas, enquanto Lagoinha, Paracuru, Morro Branco, Praia do Diogo, Praia da Barra de Sucatinga, Barra do Rio Pirangi e Pontal de Maceió ainda apresentam uma pouco quantidade de óleo. 

Conforme Medeiros, foram recolhidos amostras da água para exames no Núcleo de Tecnologia e Qualidade Industrial do Ceará (Nutec), o resultado deve sair na próxima segunda-feira (11). Até lá, Medeiros recomenda que as pessoas estejam sempre calçadas na areia do Cumbuco e evitem o contato com o mar. 

Na quinta-feira, foram recolhidos 3,5 toneladas do produto. Na terça e quarta foram retirados 11 toneladas. A Prefeitura de Caucaia oficiou, ontem, o Ministério Público Federal (MPF) para que seja apurada eventual conduta criminosa no derramamento da substância.



Sérgio Ripardo 01 de Agosto de 2020