Projeto do LABOMAR com CNPq deve analisar impactos socioecológicos na região costeira do Ceará

Pesquisa deve durar, no mínimo, quatro anos e focar nos estuários dos Rios Pacoti e Piranji

Margens do Rio Pacoti na CE-085
Legenda: Margens do Rio Pacoti na CE-085
Foto: José Leomar

Projeto do Instituto de Ciências do Mar (LABOMAR), da Universidade Federal do Ceará (UFC), irá analisar os impactos ambientais na região costeira do Ceará, entre os estuários do Rios Pacoti e Piranji. Com o tema “PELD costa semiárida: como as mudanças ambientais afetam os sistemas socioecológicos costeiros?”, o estudo será o primeiro do Estado a integrar o Programa de Pesquisa Ecológica de Longa Duração (PELD), realizado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Ambientes como dunas, estuários, mangues e recifes de corais estão inclusos dentro da proposta de investigação. Em um prazo mínimo de quatro anos, também serão observadas vegetações, microrganismos, fauna e populações tradicionais, que vivem nas proximidades dos espaços da região costeira cearense.

PELD

O PELD desenvolve rede de sítios de referência para pesquisa científica com temas de ecologia e meio ambiente desde 1999, logo após ter sido criado oficialmente pelo Governo Federal. Aqui, com a criação do sítio local, terá sede física no Centro de Estudos Ambientais Costeiros (CEAC), do LABOMAR, no município de Eusébio.

Além do CNPq, também participa do financiamento a Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FUNCAP). 

Nesse processo, outras instituições de ensino funcionarão como apoio nas pesquisas. No Brasil, participam a Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPAR), a Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA), a Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF) e a Associação de Pesquisa e Preservação de Ecossistemas Aquáticos (AQUASIS).

Enquanto isso, em âmbito internacional, pesquisadores da Itália (Universidade de Salento, Lecce), Espanha (Universidade Autônoma de Barcelona), República Tcheca (Instituto de Hidrobiologia) e Estados Unidos (Universidade da Califórnia, Davis).

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza