Prefeitura de Cascavel repudia ataque a tubarão que foi morto a pauladas e arrastado por Buggy

Na ocasião, o animal foi tirado da água e empalado pelos trabalhadores do mar

A Prefeitura de Cascavel repudiou o ataque a um tubarão que foi morto a pauladas por pescadores e arrastado por um Buggy na faixa de areia da Praia do Balbino, neste domingo (14). Na ocasião, o animal foi tirado da água e empalado pelos trabalhadores do mar. 

De acordo com a Secretaria de Agricultura, Pesca, Meio Ambiente e Defesa Civil, a Polícia Militar do Meio Ambiente (BPMA) está tomando as medidas cabíveis ao caso.

Em nota, a gestão municipal informou que não compactua com nenhum tipo de violência contra animais e que os mesmos devem ser respeitados e tratados com dignidade.

Também por meio de nota, a Associação dos Moradores do Povoado do Balbino (AMPB) falou que repudia o crime ambiental que aconteceu.

O comunicado esclareceu que o ato "nada tem a ver com a nossa cultura, que sempre foi de convivência harmônica com o patrimônio natural de onde pescadores e marisqueiras tiram a sua sobrevivência há décadas, praticantes de esportes marítimos encontram lugar propício para as suas práticas e estudiosos se socorrem à busca de respostas para as questões da ciência, ancestralidade dos povos, etc".

Tortura 

O tubarão foi capturado, torturado e morto pelos pescadores no litoral de Cascavel, na tarde deste domingo. O animal nadava próximo à faixa de areia quando chamou atenção dos banhistas.

Ao perceber a aproximação, um grupo o retirou da água e, em seguida, passou a agredi-lo. Pessoas que estavam próximas ao episódio registraram a ação em vídeos e publicaram nas redes sociais.   

Nas imagens, é possível ver que o grupo defere chutes contra o tubarão e chagam a introduzir pedaços de madeira na boca do animal.   

O peixe ainda foi amarrado a um buggy e arrastado pela faixa de areia até o local em que foi esquartejado por várias pessoas

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza