Oportunidade de empreender

O secretário Elpídio Nogueira, da Secretaria dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), buscou apoio dos vereadores, através das emendas parlamentares, para a ampliação de um projeto destinado a pessoas em situação de rua. A proposta é fornecer modelo de empreendedorismo para que possam começar a desenvolver uma fonte de renda. Ele cita como exemplo um carrinho para venda de tapioca: "Ele vai ser capacitado e receber o carrinho, além da autorização para vender, por exemplo, no terminal".

Acompanhamento

Durante três meses, a Secretaria irá fornecer os insumos necessários ao pequeno negócio. Além disso, durante o período, a pessoa em situação de rua terá acesso a um programa de educação financeira. "A partir do quarto mês, ele vai andar com as próprias pernas", afirma Elpídio. Quatorze vereadores prometeram destinar verbas parlamentares, o que resultará em um montante de R$ 1,1 milhão destinado ao projeto. Resta saber o que desse valor será executado pela Prefeitura.

Experiência

A vice-governadora do Ceará, Izolda Cela, viajou até a China, nesta semana, para conhecer experiências exitosas na área de educação e importá-las para o Estado. Ela já visitou escolas de ensino infantil, básico e médio, além de instituições de educação vocacional, profissionalizante, técnica e universitária.

Oportunidade

A segunda edição da Expo CIEE Ceará, que começa hoje (28), no Centro de Eventos do Ceará, ofertará muitas oportunidades de empregos para os jovens cearenses. Serão disponibilizadas 800 vagas de estágio e 400 de aprendizagem durante os dois dias de evento, que se estende das 9 às 17 horas.

Crescimento de 162%

Em um ano, o número de homens estrangeiros no mercado de trabalho cearense teve um aumento de 162%. Em agosto de 2018, apenas 29 trabalhadores estrangeiros estavam alocados em postos de trabalho no Ceará. Em agosto deste ano, o número subiu para 76. Os dados são do OBMigra - Observatório das Migrações Internacionais.

Inverso

O movimento de trabalhadores estrangeiros no Ceará é o contrário ao do Brasil, onde o aumento de homens estrangeiros no mercado de trabalho não chegou a 35%. No País, o maior crescimento, de 75%, foi o de mulheres estrangeiras no mercado de trabalho. No Ceará, este crescimento foi de 80%.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza