HGF realiza nova técnica para tratamento de doença na próstata

A tecnologia com laser verde é indicada para pacientes com Hiperplasia Prostática Benigna

O Hospital Geral de Fortaleza (HGF) realizou na última quarta-feira (11) uma cirurgia com a moderna tecnologia a laser, para tratar pacientes com Hiperplasia Prostática Benigna (HPB), a doença de próstata mais comum. O procedimento é inédito na instituição. 

A tecnologia utilizada, chamada Green Light XPS, vaporiza a próstata crescida, por meio de laser, procedimento considerado minimamente invasivo, já que não são feitos cortes. A técnica é ainda mais avançada que a utilizada anteriormente, permitindo maior segurança e precisão no procedimento, que também é realizado em menos tempo. A cirurgia com laser verde já teve eficácia compravada por mais de 600 estudos com 500 mil pacientes tratados. 

O treinamento aos médicos especialistas do HGF e de outros hospitais contou com a participação do urologista norte-americano Gregg Eure,  professor assistente da Eastern Virginia Medical School. Ele aponta que o diferencial é que o novo laser trata a HPB acima de 100g, considerado até então o limite de tamanho para cirurgia a laser. 

Doença

A Hiperplasia Prostática Benigna é uma doença que atinge 80% dos homens acima dos 50 anos. Estima-se que 440 mil cearenses estejam com a doença, que age de maneira silenciosa e pode provocar infecção  urinária e disfunção erétil. Dentre os principais sintomas da doença estão o aumento de idas ao banheiro, diminuição da pressão do jato de urina, dificuldade ou dor ao urinar e a sensação de que a bexiga não esvazia. 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza