Começam hoje desvios na Praça Portugal

A primeira etapa das alterações deve durar 15 dias; agentes da AMC deverão estar no local para orientar o tráfego

A partir de hoje, o trânsito no entorno da Praça Portugal, compreendendo as avenidas Desembargador Moreira e Dom Luis, passa por mudanças em decorrência dos trabalhos de requalificação do equipamento. Os desvios serão implantados em duas etapas e agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) estarão no local para orientar os motoristas.

Neste primeiro momento e pelo tempo estimado de 15 dias, os condutores em trânsito pela Avenida Desembargador Moreira, no sentido sertão/praia, devem dobrar à direita na Rua Marcos Macedo, à esquerda na Rua Leonardo Mota, à esquerda na Rua República do Líbano e à direita retornando para a Avenida Desembargador Moreira.

No sentido contrário (praia/sertão) é preciso convergir à direta na Rua República do Líbano, à esquerda na Rua Oswaldo Cruz, à esquerda novamente na Rua Marcos Macedo e à direita na Avenida Desembargador Moreira. Em virtude do bloqueio no lado norte da Praça Portugal, quem estiver trafegando pela Avenida Dom Luis seguirá pelo contrafluxo da Praça, no lado direito. Durante o bloqueio, 27 linhas de ônibus com circulação pelo local terão o itinerário alterado conforme o desvio da AMC. A medida que o desvio estiver em execução, a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) avaliará o itinerário para implantar novas paradas. Nesta primeira etapa, 12 linhas sofrerão alteração de rota e na segunda etapa até 24 linhas mudarão a circulação.

Obras

As intervenções atuais visam a implantação do novo pavimento da via, a requalificação de passeio, áreas de convivência, infraestrutura cicloviária e as faixas elevadas para pedestres.

Com o projeto reformulado após pressão popular para a permanência da estrutura principal da Praça, o novo equipamento, de acordo com a prefeitura, atenderá a quatro pontos principais: urbanidade e maior acessibilidade; potencial de lazer e de turismo; prioridade e rapidez para o transporte público e vias acessíveis para todos os modais. Ainda segundo o projeto, a Praça terá seu espaço aumentado em 37,76%, resultando em cinco espaços de convivência; ciclofaixa contínua, vias internas às quatro praças menores incorporadas a área de cada uma; melhor espaço para deslocamento pelo recuo de quatro metros na praça central e semáforo com prioridade para transporte público.

As obras tiveram início em abril, com previsão de término no mês de setembro e acontecem por meio do Programa de Adoção de Praças e Áreas Verdes, coordenado pela Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma). Os adotantes foram as empresas C. Rolim Engenharia, Marquise e Consórcio Fujita Engenharia e Mercurius Engenharia.

dfs

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza

Assuntos Relacionados