Cadáver de tartaruga é encontrado coberto por material semelhante a piche na praia da Sabiaguaba

Animal teve vias aéreas e olhos cobertos pela substância; ativistas buscam laboratório para análise.

Legenda: Animal foi encontrado morto no último domingo.
Foto: Foto: Instituto Verdeluz/Reprodução

Uma tartaruga marinha jovem foi encontrada morta na região da Sabiaguaba, em Fortaleza, na tarde do último domingo (1º). O animal estava coberto por uma substância escura, pegajosa e com forte odor semelhante a piche, de acordo com o Instituto Verdeluz.

A tartaruga foi recolhida por integrantes do Grupo de Estudos e Articulações Sobre Tartarugas Marinhas (GTAR). Uma necrópsia constatou que amostras da substância também se encontravam nas narinas e no esôfago do animal. O material foi coletado para posterior análise. O Grupo busca um laboratório parceiro para realizar o exame.

"O Verdeluz expõe aqui sua indignação acerca do ocorrido e destaca que irá tomar as providências cabíveis, uma denúncia formal para investigação sobre o caso e continuará pautando tais assuntos nos locais de construção de políticas públicas e cobrança por respeito e aplicação das Leis Ambientais", destaca a entidade.

O grupo salienta que a região da Sabiaguaba possui grande diversidade de espécies animais. Algumas estão até mesmo ameaçadas de extinção, como o boto-cinza, o peixe-boi e a tartaruga marinha, "o que torna ainda mais necessário e urgente confirmar a origem e natureza dessa substância", alerta.ㅤ

Antecedente

No fim de julho, resquícios de piche de asfalto (asfalto líquido) foram encontrados na Beira-Mar, em outro ponto da orla de Fortaleza. Pequenos caranguejos ficaram cobertos pela substância. À época, a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinf) afirmou que o incidente decorreu das chuvas no local, que levaram o piche da obra de requalificação da avenida até o mar. 
 


Assuntos Relacionados


Redação 31 de Julho de 2020