23,46% dos condutores de Fortaleza usam celular ao dirigir, diz pesquisa

Conforme estudo do Ministério da Saúde, a capital cearense tem a maior quantidade de motoristas do Nordeste que cometem a infração

Legenda: Usar o celular enquanto dirige é infração gravíssima. Multa é de r$ 293,47, acrescida de 7 pontos na CNH
Foto: FOTO: HELENE SANTOS

Uma pesquisa do Ministério da Saúde divulgada nesta segunda-feira (24) revelou que Fortaleza aparece em 1° lugar entre as capitais do Nordeste com maior número de motoristas que usam o aparelho celular enquanto dirigem. 

Segundo indica o Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), de 2018, uma média 23,46% de condutores fortalezenses afirmaram cometer a infração de trânsito. 

Um total de 52.395 pessoas maiores de idade foram entrevistas pelo órgão federal entre fevereiro e dezembro do ano passado. Embora o Diário do Nordeste tenha questionado sobre o número de envolvidos de Fortaleza no estudo, o Ministério da Saúde não encaminhou resposta até a publicação desta matéria. 

A capital cearense fica a frente de cidades como São Luís (22,65%), Maceió (22,34%), Recife (20,49%), Teresina (20,27%), Aracaju (19,83%), João Pessoa (19,57%) e Natal (19,30%). Com 14,18%, Salvador teve o menor percentual. 

Excessos

Além disso, Fortaleza também ocupa o topo da lista com o maior número de condutores que assumiram receber multa devido a excesso de velocidade nas vias. Conforme a pesquisa, 14,64% dos entrevistados locais afirmaram sofrer a penalidade pela conduta irregular. Salvador (12,7%), Teresina (11,39%) e Natal (11,34%) completam a lista. 

Em contrapartida, o estudo constatou que 0,67% de motoristas da capital dirigem após consumo abusivo de álcool, assim ocupando a 4ª posição no Nordeste. São Luís (1,54%), Teresina (1,53%) e João Pessoa (1,25%) apresentam o maior percentual, enquanto o Maceió (0,06%), o menor. 

Penalidades

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a multa destinada ao condutor que usa o celular enquanto trafega é de R$ 293,47, acrescida de 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Já quem excede a velocidade em até 20% do permitido comete infração média e recebe multa de R$ 130,16.  Entre 20% e 50%, é infração grave e custa R$ 195, 23. A transgressão é considerada gravíssima quando o condutor excede em mais de 50% o permitido, sofrendo pena de R$ 293,47 e suspensão do direito de dirigir.