Guto Ferreira não se acomoda com vitória contra o Bahia: "temos que jogar muito melhor"

Treinador gostou da atuação, mas não quer saber de clima de "já ganhou"

Legenda: Técnico do Ceará tem desfalque do volante Charles contra o Bahia
Foto: Felipe Santos/Cearasc.com

O técnico Guto Ferreira já é experiente e sabe que o futebol pode ser traiçoeiro, mesmo quando o cenário é favorável. E a vitória do Ceará por 3 a 1 contra o Bahia, na primeira partida da final da Copa do Nordeste, não é vista pelo treinador como uma garantia do título na terça-feira.

"Se nós jogamos bem (neste sábado), nós temos que jogar muito melhor, porque a tendência é de um Bahia mais forte. E, para a gente superar esse Bahia mais forte, temos que ter um Ceará mais forte. O Mateus, que praticamente não tinha jogado, se a gente fizesse o 2 a 1 era jogo para ele. Já vinha com isso na cabeça. Muito feliz por isso, o grupo tem atenção, concentração e foco. Os resultados ocorrem pela dedicação deles. Temos muito, muito respeito ao nosso adversário", avaliou.

O treinador também avaliou o bom desempenho do meia Fernando Sobral, que foi autor de um dos gols da vitória em Pituaçu.

"Ele é um cara que trabalha muito. Não tem tempo ruim para o Sobral. Um cara que se supera muito dentro do campo. A gente brinca que a característica dele é de puro-sangue, cavalo puro-sangue, ele corre muito. Ele e o Charles são caras que têm o DNA da competitividade. Quando ele acerta, ele desequilibra a nosso favor".

Você tem interesse em receber mais conteúdo de esporte?