Associação tenta criar Centro de Conservação para salvar tatu-bola

A espécie que inspirou a criação do mascote da Copa do Mundo de 2014 perdeu 50% de sua população nas últimas três décadas devido à caça predatória e à perda de seu habitat natural. Agora ele corre risco de extinção