Justiça derruba decreto de Bolsonaro que permitia atividades em igrejas e lotéricas

"O acesso a igrejas, templos religiosos e lotéricas estimula a aglomeração e circulação de pessoas", escreveu o juiz federal substituto Márcio Santoro Rocha