Bolsonaro publica novo Decreto de Armas 'para sanar erros'

Mais de 20 pontos do decreto original foram modificados. Dentre eles, a vedação expressa à concessão de porte de armas de fogo portáteis e não portáteis para defesa pessoal