Funcionário terceirizado da Enel é demitido após se recusar a fazer corte de energia

O profissional alega que não achou justo realizar o serviço enquanto há pessoas de quarentena em casa por causa do coronavírus