Macaco com colete à prova de balas é morto agarrado ao dono durante confronto no México

O homem foi morto por diversos disparos e um dos tiros atingiu o animal, que estava se segurando nos ombros do suposto dono

fotografia
Legenda: Além do macaco, 11 pessoas também morreram no confronto
Foto: Reprodução

Um macaco-aranha com um colete à prova de balas foi morto, na última terça-feira (14), durante um confronto entre a polícia e membros de um suposto cartel de drogas na cidade de Texcltitlán, no México.

Durante o tiroteio, 11 pessoas também morreram, inclusive um homem de cerca de 20 anos que possivelmente seria o dono do animal, e outras 10 foram presas.

O animal foi encontrado morto agarrado ao suposto tutor, que o carregava pelos ombros. O homem foi atingido por diversos disparos - e um dos tiros atravessou o primata no peito.

Nas redes sociais, internautas prestaram homenagens ao macaco-aranha, que também trajava roupas militares feitas para ele. 

De acordo com o site mexicano Milenio, o confronto ocorreu durante uma operação da Guarda Nacional e de agentes da Procuradoria Geral do México contra integrantes da 'Familia Michoacana', uma organização criminosa que atua no país.

Além da atuação no tráfico de drogas, a polícia também vai investigar a possibilidade de tráfico de animais silvestres e outros crimes ambientais. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo