Três pessoas interrompem culto evangélico e fazem quebra-quebra

O condutor de um veículo passou o carro por cima de cadeiras colocadas em frente a uma casa, iniciando a discussão

Legenda: A celebração religiosa estava acontecendo no meio da rua quando a confusão começou
Foto: Reprodução

Um culto religioso realizado em uma rua do bairro Curió foi interrompido por um motorista que jogou o carro contra o local da reunião, e a celebração teve de ser encerrada por causa de uma briga generalizada, na noite do último domingo (12). O condutor e as passageiras desceram do veículo e discutiram com as pessoas que participavam do culto.

A Polícia Militar do Estado do Ceará (PMCE) foi acionada para atender a ocorrência, mas ainda não há informações sobre o motivo da invasão ao culto ação e sobre quantas pessoas estariam envolvidas na confusão.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), testemunhas relataram que o veículo com três pessoas passava em frente à residência onde acontecia a celebração religiosa quando o motorista jogou o carro contra os alguns participantes. Em seguida, fieis e ocupantes do automóvel iniciaram uma discussão que se transformou em uma briga generalizada.

Em um vídeo que circula nas redes sociais, é possível ver pessoas arremessando cadeiras e até mesmo um objeto de vidro contra a fachada da residência. O objeto se choca contra o portão da casa, fechado segundos antes por uma mulher, que por pouco não foi atingida pelos estilhaços.

Na ocasião, afirma a SSPDS, um som e várias cadeiras foram quebradas. "Vou chamar a polícia. Vocês vão pagar isso tudo", gritou a pastora, no vídeo. Os agressores, por sua vez, exigem que ela saia de dentro da casa, usando palavras de baixo calão.

Uma viatura da polícia foi até o local. Conforme a Secretaria da Segurança Pública, as investigações estão sendo conduzidas pelo 35° Distrito Policial (DP) – unidade da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE).

Queixas e denúncias

As vítimas que se sentirem prejudicadas, orienta a PCCE, podem comparecer ao 35º DP ou registrar um Boletim de Ocorrência (BO) pelo site www.delegaciaeletronica.ce.gov.br/beo/, em qualquer horário do dia ou da noite.

A população ainda pode contribuir com o trabalho policial na região, repassando informações. As denúncias podem ser feitas para número (85) 3101-4429, do 35° DP. O Estado afirma garantir o sigilo e o anonimato.


Assuntos Relacionados