Suspeito de bater e queimar a companheira com óleo quente é preso no interior do Ceará

Vítima foi agredida com murros e chutes, mesmo quando já estava caída no chão, e teve os pés amarrados. Ela foi internada

Violência doméstica Ceará 2021
Legenda: De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, a mulher, de 30 anos, foi vítima de violência doméstica na presença dos filhos
Foto: Divulgação/SSPDS

Um homem de 41 anos foi preso suspeito de bater e queimar a companheira com óleo quente em Caririaçu, no interior do Ceará. O fato aconteceu no dia 1º de setembro, na cidade da região do Cariri, e a captura foi realizada na terça-feira (14).

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, a mulher, de 30 anos, foi vítima de violência doméstica na presença dos filhos.

Ela foi agredida com murros e chutes, mesmo quando já estava caída no chão, e teve os pés amarrados. Logo após, ele jogou óleo quente nos membros inferiores da vítima

Ameaças

Segundo a titular da Delegacia Municipal de Caririaçu, Wanini Galiza, a mulher ficou internada em uma unidade de saúde, e, depois de ter recebido alta, ela e a mãe continuaram a receber ameaças do suspeito.

"A Polícia Civil representou um mandado de prisão preventiva contra ele, realizou as buscas e conseguiu prendê-lo", informou.

Conforme a Secretaria da Segurança Pública, o suspeito também despejou bebida alcoólica sobre os olhos da companheira e do filho do casal, uma criança de quatro anos.

Captura

Os policiais civis seguiam com as buscas, quando receberam informações que o suspeito estava escondido na zona rural do município.

Na terça-feira (14), ele foi capturado e conduzido à unidade policial responsável pelas investigações. O homem está à disposição do Poder Judiciário e responderá por lesão corporal no contexto de violência doméstica.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança