Subtenente do Exército é morto a tiros na noite do Réveillon em Fortaleza; filha também foi baleada

A arma do subtenente foi roubada durante a ação criminosa. O caso é investigado como latrocínio

Escrito por Redação , seguranca@svm.com.br
subvitima
Legenda: O Colégio Militar de Fortaleza publicou nota de pesar nas redes sociais
Foto: Reprodução

Um subtenente do Exército Brasileiro foi assassinado a tiros, nesse sábado (31), no Centro de Fortaleza. Davi Linhares dos Santos morreu vítima de um latrocínio ao ser abordado por homens armados, na noite do Réveillon. A filha de Davi também foi baleada na ação criminosa.

Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o subtenente foi abordado em via pública por indivíduos que anunciaram um roubo. A filha, de 21 anos, também foi baleada e socorrida. Há informação de que ela foi atingida na perna e não corre risco de morte.

Já Davi teria sido atingido por pelo menos cinco disparos. Ele chegou a ser socorrido para uma unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos. A arma de fogo da vítima foi roubada durante o atentado.

Veja também

O Colégio Militar de Fortaleza publicou nota de pesar nas redes sociais: "O Comando do Colégio Militar de Fortaleza expressa as mais sinceras condolências por esta inestimável perda e roga a Deus que conforte o coração dos familiares e amigos".

vitimasub
Foto: Arquivo Pessoal

INVESTIGAÇÃO

A Polícia Civil do Ceará investiga o caso por meio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais.

As denúncias podem ser feitas para o telefone (85) 3257-4807, do DHPP, que também é o WhatsApp do Departamento.

As denúncias também podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia. O sigilo e o anonimato são garantidos.

CASO RECENTE

Este é o segundo militar do Exército Brasileiro vítima de latrocínio no Ceará, em menos de um mês. Na última semana de dezembro, um soldado foi morto em Choró. Dois suspeitos foram detidos.

 

Os destaques das últimas 24h resumidos em até 8 minutos de leitura.
Assuntos Relacionados