Sete eventos com aglomeração são encerrados em Fortaleza no fim de semana

Operação realizou 15 autuações, 13 interdições e apreendeu dois paredões de som

foto
Legenda: Agefis, AMC e Guarda Municipal integram a operação de fiscalização do decreto de isolamento social em Fortaleza
Foto: Reprodução/Agefis

A operação de fiscalização do decreto de isolamento rígido na Capital encerrou sete eventos com aglomerações, entre sexta-feira (26) e domingo (28), segundo a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis). Foram realizadas, ao longo do fim de semana, 2.065 fiscalizações.

Também houve operação nos pontos de vacinação contra Covid, ordenando filas. No fim de semana, houve registro de aglomeração e longas filas nas entradas dos postos de saúde e policlínicas, à espera da imunização. 

O balanço foi divulgado em uma transmissão da Prefeitura de Fortaleza nesta segunda-feira (29).

Até 4 de abril, apenas atividades econômicas essenciais podem funcionar em todo o Ceará. Na Capital, a medida está em vigor desde 5 de março. Qualquer tipo de evento social e circulação para serviços não essenciais estão proibidos. 

Segundo Laura Jucá, superintendente da Agefis, o órgão realizou 15 autuações e 13 interdições.

Os eventos clandestinos encerrados eram realizados nos bairros Passaré, Sapiranga, Quintino Cunha, Álvaro Weyne, Vila Velha e Centro. Também foram apreendidos dois paredões de som, um no Bom Jardim e outro no Passaré. 

A operação inclui agentes da Agefis, da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) e da Guarda Municipal. 

Conforme Disraeli Brasil, superintendente-adjunto da AMC, foram realizadas mais de 13 mil abordagens desde o início do decreto, nas barreiras sanitárias, blitze e transportes públicos. 

"Também estamos trabalhando nos postos de vacinação, além dos shoppings, do Centro de Eventos, nos postos de saúde, para fazer o disciplinamento das filas, o ordenamento, auxiliando pessoas com dificuldade de locomoção para evitar aglomerações", afirmou Brasil.

O superintendente-adjunto disse que o sistema da AMC detectou redução no fluxo de veículos em cerca de 30%, reflexo da adoção do isolamento social. 

É possível denunciar estabelecimentos abertos irregularmente por meio do aplicativo Fiscalize Fortaleza, do site da Agefis e do telefone 156.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança