Passageira é morta a tiros dentro de carro de aplicativo no Planalto Ayrton Senna, em Fortaleza

A vítima de 28 anos estava a caminho da loja de roupas onde trabalha, no Centro, quando foi atingida por sete disparos

VÍTIMA
Legenda: A vítima foi abordada por um veículo branco a poucos metros de sua residência
Foto: Arquivo pessoal

Uma passageira de transporte por aplicativo foi assassinada na manhã desta terça-feira (19), vítima de disparos de arma de fogo, na avenida Orquídea Verde, no bairro Planalto Ayrton Senna, em Fortaleza.  Denise Alves Pereira, de 28 anos, estava a caminho do trabalho quando foi surpreendida por um veículo branco com quatro suspeitos.

O grupo interceptou o carro e atiraram sete vezes contra a vítima, a poucos metros de sua residência. O motorista do serviço de corrida chegou a prestar socorro, mas a mulher faleceu a caminho do hospital.   

“Ela entrou no carro e quando chegou logo ali na frente um outro carro cruzou e dois homens desceram”, detalhou um tio da vítima, que não quis se identificar.

Legenda: Vítima estava a caminho do trabalho quando foi surpreendida por um veículo branco com quatro suspeitos.
Foto: Leabem Monteiro/SVM

Sem histórico criminal 

Ainda segundo o familiar, Denise não possuía antecedentes criminais, era gerente de uma loja de roupas no Centro e morava em um apartamento com a mãe e o irmão. “Ela não tem nenhum grau de envolvimento com crime”.

Em nota, a SSPDS informou que o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil apura o homicídio. A Pasta ponderou que a população pode contribuir com informações anônimas.  

“As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o (85) 3257-4807, do DHPP, que também é o WhatsApp do Departamento, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem. O sigilo e o anonimato são garantidos”. 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança

Assuntos Relacionados