Paciente furta pinça cirúrgica, fere outro internado e duas enfermeiras, e ataca PM em Fortaleza

A vítima que também estava hospitalizada aguardava uma cirurgia quando foi lesionada na cabeça, no rosto, no tórax e na perna esquerda

Escrito por Redação,

Segurança
Fachada do Instituto Doutor José Frota (IJF), no bairro Centro, em Fortaleza, no Ceará
Legenda: Duas enfermeiras tentaram defender a pessoa que estava sofrendo os golpes e também foram feridas — uma foi lesionada na cabeça, e a outra no abdômen
Foto: Rafaela Duarte

Um paciente do Instituto Doutor José Frota (IJF), no bairro Centro, em Fortaleza, foi preso em flagrante na última terça-feira (2) suspeito de furtar uma pinça cirúrgica do local e ferir outro homem internado e duas enfermeiras da unidade de saúde, além de atacar um policial militar.

Diário do Nordeste teve acesso aos autos de prisão em flagrante, que detalha a situação. No entanto, a motivação da ação criminosa não foi explicada no documento.

A vítima que também estava hospitalizada aguardava uma cirurgia quando foi lesionada na cabeça, no rosto, no tórax e na perna esquerda

Duas enfermeiras tentaram defender a pessoa que estava sofrendo os golpes e também foram feridas — uma foi lesionada na cabeça, e a outra no abdômen.

O paciente pegou uma tesoura para perseguir e atingir o outro homem internado, mas foi impedido por um militar. Na ocasião, ele também tentou agredir o policial.

'Periculosidade concreta'

Na decisão, a juíza de Direito Flávia Setúbal de Sousa Duarte, da 17ª Vara Criminal da Comarca de Fortaleza, converteu a prisão em flagrante do suspeito - que não tinha antecedentes criminais até então - em prisão preventiva, justificando que a "conduta é extremamente reprovável e denota periculosidade concreta".

Segurança interna

Em nota, o IJF comunicou que tem um serviço de segurança interna em plantão permanente, para a proteção de usuários e profissionais da unidade de saúde, e que conta, também, com o apoio da Guarda Municipal de Fortaleza e da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado.

Polícia investiga o caso

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) disse que a Polícia Civil do Estado (PC-CE) investiga o caso. 

Segundo a pasta, levantamentos policiais aponta o homem "desferiu golpes com uma pinça cirúrgica, furtada por ele, em três vítimas — sendo uma delas um segundo paciente e mais duas profissionais de saúde. Um policial militar estava no hospital e conseguiu deter o suspeito". 

A SSPDS informou que uma equipe da 3ª Companhia do 5º Batalhão da Polícia Militar do Ceará (PMCE) foi acionada, por meio da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), e capturou o suspeito.

As vítimas foram socorridas. O paciente foi autuado no 34º Distrito Policial (34º DP), unidade da Polícia Civil, por tentativa de homicídio e lesão corporal dolosa.