Jovem acorrentado pela mãe é internado

O rapaz de 19 anos que era mantido acorrentado em casa, em Rolândia, no norte do Paraná, havia uma semana, por ser dependente de drogas, foi internado hoje numa comunidade terapêutica, que não teve o nome divulgado.

"A esperança da mãe é que ele permaneça lá pelo tempo que for necessário", disse a coordenadora do Centro de Atenção Psicossocial - Álcool e Drogas (CAPS-AD) da cidade, Eunice Mara Chueiri.

Segundo Mara, o CAPS-AD tentava encontrar um local para o rapaz ser internado, mas foi apresentada a alternativa da comunidade terapêutica, que foi aceita pela família. A mãe o mantinha preso a uma porta da casa por uma corrente com pouco mais de 3 metros de comprimento, sob a alegação de que era dependente, tinha tendências suicidas e recebia ameaças de morte. "Prefiro isso a ter de chorar em cima de um caixão", dizia.

O jovem esteve internado em clínicas em outras vezes, mas não deu continuidade ao tratamento.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança