Casal de idosos tem a casa invadida e são agredidos durante assalto na Grande Fortaleza

Os suspeitos fugiram do local com uma quantia de R$ 850 e foram presos pela Polícia Militar na mesma noite

Legenda: Idosa de 86 anos que foi agredida durante assalto dentro de casa em Guaiúba
Foto: (Foto: Divulgação)

Um casal de idosos foi espancado por assaltantes na noite desta segunda-feira (15), em Guaiúba, na Região Metropolitana de Fortaleza. De acordo com a polícia, dois homens invadiram a casa das vítimas, espancaram os idosos e fugiram em seguida com a quantia de R$ 850. O idoso, de 86 anos, ficou gravemente ferido e está em coma no hospital.

[Atualização às 21:51, de 16/07/19] O Sistema Verdes Mares noticiou anteriormente que a invasão à casa aos idosos ocorreu na noite de segunda-feira (15) e que o homem espancado ainda estava em coma. A informação correta é de que o ataque aconteceu na madrugada de sábado (13) e o casal foi levado ao IJF na manhã do mesmo dia. O homem estava em coma, mas já está acordado, mas falando com dificuldades. As informações foram repassadas por familiares.

As vítimas foram socorridas por moradores para o Instituto Doutor José Frota (IJF). Ainda de acordo com a polícia, a mulher recebeu alta médica após ser avaliada e o esposo continua internado devido aos ferimentos.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a Polícia Militar fez buscas pela região e um dia depois do crime conseguiu prender dois suspeitos. Um deles, identificado como Francisco Weligton de Souza Lourenço, 22 anos, já responde na Justiça por roubo de veículo e tráfico de drogas. Ele e outros comparsas fugiram do local com uma quantia de R$ 850. Francisco foi preso pela Polícia Militar de Guaiúba um dia depois da ação criminosa e foi encontrado próximo ao local do crime com uma trouxinha de maconha. 

As diligências da polícia também resultaram na prisão de Jacleilson da Costa Silva, 20 anos, conhecido como "Nego", sem antecedentes criminais. O suspeito foi preso enquanto jogava sinuca em um bar, na localidade de Pedra D'Água. Ele e Francisco Welington foram conduzidos para a Delegacia Metropolitana de Horizonte. Os suspeitos vão responder por tentativa de latrocínio.