Alunas denunciam assédio de professor e suspeito é preso em Iguatu

Após a repercussão do caso, outras duas estudantes procuraram a delegacia e deverão ser ouvidas nos próximos dias

Duas alunas de uma escola estadual em Iguatu denunciaram um professor de 53 anos por assédio sexual. Após levantamentos da polícia que comprovaram as informações das estudantes, o homem foi preso na última quinta-feira (5).

A Secretaria de Educação do Ceará afirma que os pais das jovens receberam atendimento e as atividades do professor na escola foram suspensas. Além disso, foi instaurado um processo administrativo para apurar o caso. 

Conforme o delegado Marcos Sandro, titular da delegacia Regional de Iguatu, as adolescentes de 16 anos relataram em depoimento que o professor tinha tocado nas partes íntimas delas. O suspeito foi preso no momento em que chegava em sua residência.

O professor disse em depoimento que está com depressão e toma remédio controlado. Ele falou ainda que só vai se pronunciar sobre o caso na Justiça. 

Após a prisão, o suspeito foi denunciado pelo mesmo crime por outras duas adolescentes. De acordo com o delegado, as novas vítimas vão prestar depoimento na delegacia da mulher do município na próxima segunda-feira (9). 

O professor foi autuado pelo crime de importunação sexual, com pena de 1 a 5 anos de prisão. 
 

Você tem interesse em receber mais conteúdo de segurança?