Adolescentes e mulher são capturados por caso de motorista que teve o corpo queimado

José Hilker Assunção de Sousa sofreu uma tentativa de homicídio durante um assalto em Caucaia

Legenda: Motorista foi ferido pelos suspeitos por um objeto cortante e em seguida teve corpo queimado. Ele está internado no hospital Instituto Doutor José Frota (IJF)
Foto: Arquivo Pessoal

Um trio de adolescentes e uma mulher de 18 anos foram capturados sob suspeita de envolvimento no caso do motorista de aplicativo que teve 95% do corpo queimado em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. A apreensão aconteceu durante uma operação conjunta da Polícia Militar e Civil do Ceará na noite desta segunda-feira (23).

> Motorista de aplicativo tem 95% do corpo queimado, e família faz campanha para arrecadar doações

Segundo informações da polícia, as apreensões ocorreram tanto em Fortaleza quanto em Caucaia. Apesar da apreensão, os policiais garantiram que a operação segue em busca de outros possíveis suspeitos envolvidos na tentativa de homicídio.

Todos os três adolescentes foram encaminhados ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Fortaleza.

O motorista de aplicativo, José Hilker Assunção de Sousa, sofreu uma tentativa de homicídio no último sábado (21), durante um assalto na Rua Campo do Madureira, no bairro Guajiru. Os suspeitos atacaram a vítima com golpes de um objeto perfurocortante, atearam fogo nele e roubaram o carro onde ele trabalhava.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança