Romeiros viajam a pé até Juazeiro do Norte e encontram igrejas fechadas

A romaria em torno do aniversário de nascimento do Padre Cícero, que acontece no dia 24 de março, foi cancelada pela Diocese. No município há um caso confirmado de Covid-19.

Foto: Foto: Tony Sousa

Um grupo de 38 romeiros de União dos Palmares, Alagoas, chegou a pé em Juazeiro do Norte, na manhã desta sexta-feira (20), para participar dos festejos de 176 anos de nascimento do Padre Cícero. Após 15 dias de caminhada e 540 quilômetros percorridos, os fiéis se decepcionaram ao encontrar as igrejas de portas fechadas para conter o contágio pelo novo coronavírus.  

No dia da partida dos romeiros, que aconteceu no último dia 5, só havia um caso confirmado na região Nordeste,no estado da Bahia, enquanto em todo país eram apenas 16. Hoje, a Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa) confirmou 55 casos apenas no território cearense

Segundo o romeiro Diogo da Silva Santos, na medida que caminhavam em direção a Juazeiro do Norte o grupo foi tomando conhecimento do aumento de casos e das medidas de contingência. “Mas só tivemos noção da proporção que está de ontem para hoje. Como já estávamos no caminho, resolvemos ir até o fim”, admite. 

Para não se aglomerarem, o grupo se dividiu em quartetos e quintetos e foram chegando aos poucos em Juazeiro do Norte. Ao ver as igrejas e o acesso ao Horto, onde está a estátua do Padre Cícero, fechados, os romeiros lamentaram. “Impacto muito grande. Eu vim pagar uma promessa que finalizaria no Horto, mas não pode ultrapassar as barreiras”, lamentou Diogo. “Mas meu ‘padrinho’ Cícero sabe das nossas dificuldades”, pondera.  

O próprio Diogo fez um pedido, no ano passado, para conseguir a casa própria para sua família. Após conseguir construir o imóvel, carregou um tijolo por 540 quilômetros para depositar no município cearense. “Graças ao Padre Cícero conseguimos terminar e vim pagar minha promessa”, comemorou. O grupo volta hoje a noite, em um carro de apoio.  

Proibição  
Ontem (19), a Diocese de Crato cancelou a tradicional Missa de Morte do Padre Cícero, que acontece todo dia 20 de cada mês. Além disso, suspendeu todos os atos litúrgicos (novenas, festas de padroeiros, procissões, vias-sacras, terço da misericórdia).

Outros equipamentos alvos de visitação, como o Casarão do Padre Cícero (Museu Vivo), no Horto, a Casa Padre Cícero, na Rua São José, e o Memorial Monsenhor Murilo, na Basílica Santuário Nossa Senhora das Dores, estão fechados.

A pandemia do novo coronavírus também cancelou a programação da Semana Padre Cícero, que aconteceria entre 20 a 24 de março, como também toda festividade do dia 24 de março, quando o sacerdote completa 176 anos de nascimento.   

Em nota, a Diocese orientou que os fiéis não realizem romarias neste período, participem de celebrações eucarísticas em suas próprias casas através dos meios de comunicação. As missas serão transmitidas pelas páginas das paróquias, nas redes sociais e rádio. Na Basílica Santuário Nossa Senhora das Dores às 6h e às 19h; no Santuário São Francisco das Chagas às 6h, 16h e 18h30; e no Santuário Sagrado Coração Jesus às 6h, 16h e 19h. 

Em Juazeiro do Norte, ontem (19), o prefeito Arnon Bezerra confirmou o primeiro caso de Covid-19 no município. Se trata de uma mulher de 63 anos que chegou de São Paulo, há dez dias, e está internada no Hospital Regional do Cariri (HRC).