Chuva rápida e intensa deixa ruas alagadas em Iguatu

Motos estacionadas em um dos pontos de alagamento foram derrubadas e ficaram parcialmente submersas

Chuva deixa ruas alagadas no Iguatu
Legenda: Várias ruas de Iguatu ficaram alagadas após chuva de apenas 30 minutos

Uma chuva de 50mm no fim da tarde desta sexta-feira (26) deixou pontos de alagamentos no Centro comercial da cidade de Iguatu, na Região Centro-Sul cearense. Motos estacionadas ficaram quase submersas e algumas caíram por força da água. A geografia plana das ruas e a falta de drenagem para escoamento de águas pluviais evidenciam o problema que é recorrente.  

Um dos pontos críticos é a Rua Gustavo Correia, atrás da agência dos Correios. Várias motos, estavam estacionadas junto ao meio fio, foram arrastadas e derrubadas. Outras quase ficaram submersas. Na rua Deocleciano Bezerra houve registro de entrada de água em algumas casas.

De acordo com a comerciária Cleide Alves, “sempre que chove mais grosso e rápido o centro fica assim, com ruas alagadas”. Já o comerciário Carlos Gonçalves foi avisado por amigos que a moto dele estava caída no meio da rua coberta de água. “Espero que não tenha danificado nada”, disse. “Foi uma surpresa essa chuva rápida e intensa”.

Ruas ficaram alagadas no Iguatu
Legenda: Pedestres tiveram dificuldade de atravessar as ruas
Foto: VCRepórter

A dona de casa Francisca Lima, moradora da rua Deocleciano Bezerra, lembrou que há mais de três décadas moradores tiveram que fazer batentes nas portas das casas para evitar a entrada da água da chuva e outros reconstruíram o piso mais elevado das residências.

“A água da chuva demora escorrer e fica tudo alagado”, contou. “Quando passa carro faz uma onda e a água entra nas casas”.

No cruzamento da Deocleciano Bezerra com Eduardo Lavor, a água quase encobria as calçadas, que já são elevadas, no entorno do Mercado Público. Pedestres tiveram dificuldades de fazer a travessia e quem se arriscou molhou roupas e calçados. Os feirantes tiveram que guardar parte da mercadoria instalada em bancas. 

A chuva durou cerca de 30 minutos e, de acordo com o pluviômetro instalado no escritório da Cooperativa Agrícola e Industrial de Iguatu, no Centro, foram observados 50mm. Neste mês, a unidade já registrou 280mm.

   

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará