Seminário de Prefeitos 2022 encerra com participação de mais de 1300 gestores públicos

Entre os participantes, estiveram prefeitos, secretários, coordenadores e demais pessoas interessadas em buscar soluções para desafios cotidianos

seminário de prefeitos
Legenda: O evento contou com mais de 50 ciclos de capacitação, entre palestras, painéis, workshops e oficinas
Foto: Kid Júnior

A 10ª edição do Seminário de Prefeitos Ceará chegou ao fim nesta quinta-feira (23) com a participação de 1300 gestores públicos entre os dois dias de evento. O encontro, que iniciou na quarta (22), no Centro de Eventos, contou com a presença de prefeitos, secretários, coordenadores e demais pessoas interessadas em buscar soluções para desafios cotidianos das administrações municipais.

Realizado pelo Diário do Nordeste, o evento reuniu autoridades públicas e diversos especialistas em mais de 50 ciclos de capacitação, que compreenderam oficinas, palestras, painéis e workshops, que ocorreram de forma gratuita.

Para o coordenador geral do Instituto Rui Barbosa (IRB) e coordenador técnico do Seminário de Prefeitos 2022, Juraci Muniz, o encontro foi um sucesso, com presença de gestores de 148 municípios do Ceará de todas as regiões do País, representados por lideranças do Paraná, Pará, Piauí, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Distrito Federal, Rio de Janeiro e São Paulo.

"A 10ª edição foi histórica, superou as nossas expectativas. Tivemos uma presença massiva de público nos dois dias. A gente trouxe gente do Brasil inteiro para falar sobre temas que estão no dia a dia do gestor, como lei de licitações, improbidade, controle, além de aspectos que podem melhorar o desenvolvimento das cidades no turismo, cultura, modernização. São mecanismos que podem trazer receitas para os municípios e melhorias para a população".
Juraci Muniz
Coordenador técnico do Seminário de Prefeitos 2022

Na ocasião, Muniz destacou que o evento trouxe temas que sanaram muitas dúvidas ao mostrar a aplicação em situações cotidianas, presentes em prefeitura de pequeno a grande porte. "A gente percebeu que está atendendo a expectativa dos prefeitos ao falar não só da compliance, do controle, mas também de formas de trazer novas receitas, além de estarmos coletando novas demandas para os próximos eventos", reforçou.

Desafios para gestores

Secretário de Finanças de Caucaia, segunda maior economia do Estado, George Bandeira destacou a importância do evento para o intercâmbio de expertises entre os gestores públicos.

"Nós temos municípios maiores e menores, mas os problemas se repetem em quase todos, principalmente na questão do desenvolvimento da educação, despesas com a saúde. Estamos num período de pré-campanha eleitoral, então podemos nos atualizar para enfrentar as questões do dia a dia", salientou.

Além disso, ele disse que pretende levar algumas das soluções apresentadas para melhorar no município, como estratégias e ferramentas de modernização previdenciária.

"A palestra sobre a modernização do CearáPrev foi muito importante para a gente, porque nós temos regime próprio de previdência e é sempre um desafio gerir esse fundo. E lá foram apresentadas soluções que podem ser aplicadas no nosso sistema, questões que ajudam na sobrevivência desses institutos. Mesmo a gente mantendo um cálculo atuarial em dias, é difícil equilibrar", ressaltou.

Já o prefeito de Altaneira, Dariomar Rodrigues (PT), disse que pretende levar algumas das inovações apresentadas para melhorar o gerenciamento da receita do seu município.

"O nosso maior anseio hoje é que a gente consiga se igualar a Fortaleza, não em valor de recursos, mas na independência financeira. Somos uma cidade de 7.800 habitantes, temos um hospital que queremos melhorar os serviços. Temos metas para reduzir mortes por acidentes de trânsito e os primeiros socorros são vitais. Mas a gente recebe uma quantia irrisória da União para o hospital e aplicamos da receita do município, que é pequena. Então, trouxemos secretários, vereadores, para eles perceberem a necessidade constante de fazer mais com menos. O nosso diferencial vai ser a inovação", frisou.