Cúpula da CPI deve enviar carta a Bolsonaro para pedir posição sobre acusações de Miranda

Segundo senador Omar Aziz (PSD-AM), a intenção é esclarecer as acusações feitas pelo deputado

Omar Aziz durante sessão da CPI da Covid
Legenda: Declaração foi dada pelo senador nesta quinta-feira (8)
Foto: Pedro França/Agência Senado

O senador Omar Aziz (PSD-AM), presidente da CPI da Covid, afirmou nesta quinta (8) que a cúpula da comissão deve enviar uma carta ao presidente Jair Bolsonaro. O intuito seria cobrar uma posição sobre as acusações feitas pelo deputado Luis Miranda (DEM-DF).

Durante depoimento, o deputado afirmou que ele e o irmão, servidor do Ministério da Saúde Luis Ricardo Miranda, denunciaram a Bolsonaro as suspeitas de irregularidade na compra da vacina indiana Covaxin.

Segundo Luis Miranda, a reunião aconteceu no dia 20 de março. Bolsonaro teria ouvido as suspeitas, disse o deputado, e afirmado que a ação "era coisa" do deputado Ricardo Barros (PP-PR).

"Hoje, eu, o vice-presidente e o relator estamos mandando uma pequena carta ao senhor para dizer se o deputado Luis Miranda está mentindo. É só uma resposta, presidente. Só uma que o Brasil quer ouvir de vossa excelência", disse Aziz.

O senador chegou a comentar que o presidente está há 12 dias sem falar sobre a questão. "Diga para a gente que o deputado Luis Miranda é mentiroso, diga que esta mentindo, que o seu líder na Câmara é um homem honesto. Vossa excelência está perdendo oportunidade", afirmou Omar.