Prisão de Temer: veja repercussão entre políticos cearenses

Parlamentares do MDB no Estado e de outros partidos comentaram a prisão

Legenda: O ministro-chefe da Secretaria-Geral, Moreira Franco, e o presidente Michel Temer, durante cerimônia no Palácio do Planalto
Foto: Foto: Givaldo Barbosa/Agência O Globo

A prisão do ex-presidente da República, Michel Temer (MDB), e do ex-ministro do seu governo, Moreira Franco, repercutiu, nesta quinta-feira (21), entre políticos cearenses do MDB no Estado e de outros partidos. 

O deputado federal do MDB, Moses Rodrigues, disse que "qualquer pessoa que cometer um mal feito tem que responder" e que o caso abala a imagem do partido.

Porém a sociedade sabe que isso faz parte da mudança de rumo que o país precisa e que infelizmente tem pessoas sendo investigadas em quase todos os partidos e em todos os poderes. Ninguém pode jogar a primeira pedra, a autonomia entre os poderes faz parte da democracia e isso é importante para a construção de novos rumos para o Brasil"

O senador Tasso Jereissati (PSDB) afirmou que a prisão é o reflexo e uma desmoralização "cada vez maior" da classe política, que ele considera ser "fundamental para a democracia". "Minha posição portanto, longe de qualquer julgamento sobre a inocência ou culpa do ex-presidente, apenas expressava minha preocupação, a partir da experiência histórica, com o comportamento das instituições diante do já conturbado cenário nacional, e o seu papel na defesa dos direitos do cidadão e da democracia", publicou nas redes sociais.

As pessoas têm que ter bom senso neste País e não é espetáculo para as redes sociais que vai melhorar isso, só vai piorar. Não vejo nenhuma razão para prender um presidente da República que tem endereço conhecido, não está fugindo, não está fazendo nada e está à disposição das autoridades. É mais um espetáculo midiático para agradar este ou aquele setor"

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) publicou um vídeo no Twitter de uma sabatina que participou em junho de 2018, quando era pré-candidato à Presidência da Repúbica, em que ele disse que o ex-presidente Temer seria preso.

Peguei um tempo em que estava em pleno comando da Câmara o Michel Temer e o Eduardo Cunha, batendo bola um com o outro para roubar a nação. Fui processado por ambos. Um já está na cadeia e o outro vai"

O deputado federal Capitão Wagner, presidente do PROS no Estado, também se pronunciou e disse que a prisão de Temer demonstra que a Lava Jato não é seletiva.

A prisão do ex-presidente Michel Temer ela desmonta o discurso de que a Lava Jato era direcionada para o partido A ou B, para liderança A ou B, demonstra independência das instituições que compõem a Lava Jato e consolida cada vez mais a operação"

Câmara Municipal

A prisão de integrantes do MDB repercutiu na sessão da Câmara Municipal de Fortaleza, na manhã desta quinta (21). O vereador Guilherme Sampaio (PT) lamentou, na tribuna, que o País tenha dois ex-presidentes presos e cobrou rigor em outras investigações.

Lamentável que o ex-presidente da República seja preso, independentemente de ser um ex-presidente que sempre denunciamos nos seus ilícitos. Esperamos que a Justiça aja com isenção, que significa não ser omissa como está sendo com Aécio (Aécio Neves, deputado federal), Romero (Romero Jucá, ex-senador), Serra (José Serra, senador) e Aloysio Nunes (ex-chanceler do PSDB)"

O vereador Evaldo Lima (PCdoB) também se pronunciou e disse que a prisão de Temer era uma "tragédia anunciada".

Isto iria ocorrer tão logo o presidente perdesse a prerrogativa de foro privilegiado, face as investigações da Operação Lava Jato. Nós defendemos que haja um devido processo legal, que o presidente Temer tenha direito à ampla defesa, mas caso seja constatado que houve desvios de conduta, que houve caso de corrupção, ele deve pagar pelo crime cometido"

Priscila Costa, do PRTB, defendeu a importância da Operação Lava Jato para tornar o Brasil um País mais sério.

A gente vê a importância de uma operação como a Lava Jato no Brasil. Acredito muito na verdade. Se os fatos forem comprovados a ponto de levar o ex-presidente à prisão, acredito que a verdade é sempre bem-vinda. Com uma operação dessa, o Brasil pode mostrar que queremos participar de um País sério, onde as leis funcionam" 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política