Prioridades e defesa de cooperação: veja os destaques do discurso de Sarto na posse como prefeito

Saúde, educação, economia, desigualdade social e cooperação entre governos foram os principais pontos mencionados pelo prefeito em seu primeiro discurso na Câmara Municipal

José Sarto (PDT) tomou posse como prefeito de Fortaleza nesta sexta (1º) na Câmara Municipal.
Legenda: José Sarto (PDT) tomou posse como prefeito de Fortaleza nesta sexta (1º) na Câmara Municipal.
Foto: Natinho Rodrigues

O prefeito Sarto Nogueira (PDT) tomou posse nesta sexta-feira (1º), na Câmara Municipal de Fortaleza, ao lado de seu vice Élcio Batista (PSB). No primeiro discurso como principal representante da Capital, o gestor agradeceu à população pelos votos e ao ex-prefeito Roberto Cláudio (PDT) pela parceria, a quem chamou de “líder político carismático e inspirador”.

Sarto reafirmou ainda seu compromisso como prefeito de “todos e todas” e elogiou a coragem e a resiliência da população no enfrentamento às crises política, econômica e de saúde atuais. Além disso, relembrou os tempos em que atuou como parlamentar e presidente da Câmara e disse que os vereadores podem esperar dele “o máximo de respeito e diálogo”.

Confira os destaques do discurso do prefeito:

Desigualdade social

Sarto disse que Fortaleza é uma cidade “historicamente desigual” e que, apesar dos avanços nas gestões do ex-prefeito Roberto Cláudio (PDT), é preciso ainda “‘reduzir’ as condições de vida dos mais ricos e dos mais pobres”, condições acentuadas pela pandemia de Covid-19.

Saúde

“Não há tempo nem espaço para o negacionismo que despreza a ciência”, declarou o prefeito, se referindo ao plano para a vacinação da população contra a Covid-19. Ele aproveitou para pedir o apoio da Câmara Municipal, independentemente de bandeiras, partidos e ideologias, na “missão de superar a pandemia”.

Educação

A volta às aulas presenciais também foi bastante citada pelo gestor como prioridade para os primeiros meses à frente do executivo. 

Economia

“Temos que promover a geração econômica com geração de emprego e renda para jovens e mulheres, espacialmente”, ressaltou Sarto.

Cooperação governamental

Ainda tomando a pandemia como mote, o prefeito destacou que a união entre as esferas municipal, estadual e federal é indispensável, principalmente, no que se refere a vacina. “Quero deixar claro minha intenção de deixar o diálogo aberto, franco e republicano com todos os planos, nacional, estadual e municipal, para defender o interesse de nossa gente”. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política