Idosos são maioria no horário especial de abertura das urnas em Fortaleza

Eleitores chegaram bem antes do 1º turno começar, como o pintor que às 5h50 já estava na Universidade Estadual do Ceará

Legenda: Filas em frente ao Colégio Santo Inácio, no Dionísio Torres
Foto: Almir Gadelha

A votação do primeiro turno das eleições 2020 em Fortaleza começou às 7h neste domingo (15) com boa presença de idosos que adotaram o horário preferencial e o protocolo sanitário contra a Covid-19. Na Universidade Estadual do Ceará (Uece), desde às 5h50, o pintor José Edivar de Lima, 61 anos, aguardava ansioso para votar. Ele afirmou que chegou cedo à Universidade, no Bairro Itaperi, pois é mais tranquilo. "Acho melhor chegar cedo. Me sinto mais seguro, me sinto melhor", afirmou. 

Outro que chegou cedo foi o aposentado Ramiro Braga, 79 anos. Segundo Ramiro, votar cedo é melhor pois evita aglomerações. "Cheguei cedo porque sou do grupo de risco sair cedo é bem melhor. É bom evitar aglomerações. Menos confusão e mais tranquilo".

> Local e horários de votação, como baixar o e-Título e justificar a ausência; tire suas dúvidas

Ceará tem mais de 170 mil transferências de domicílio eleitoral

Jovens representam 13% do eleitorado de Fortaleza e exigem representatividade nas esferas públicas

Ferramenta do e-Título para justificar ausência na votação apresenta instabilidade

> Dia de votação começa com ruas sujas de propagandas eleitorais

Já Robenita Frota de Freitas de 64 anos falou da ansiedade para votar. "Estava ansiosa demais. Chegar cedo é bom, mais fácil e seguro. Muito melhor", afirmou.

No colégio Justiniano de Serpa, na Avenida Santos Dumont, no Centro, os portões demoraram para abrir e as pessoas na fila, maioria delas idosos, reclamaram do atraso. A aposentada Margarene Lopes, 80 anos, também chegou cedo e diz que nunca deixou de votar.

"Porque tem muita gente para votar mais tarde e decidi votar cedo. Fortaleza merece um bom prefeito. Escolhi já uma pessoa para votar. Nunca deixei de votar. É obrigação do cidadão votar", afirmou.

O Francisco Alves de Sousa tem 69 anos e mesmo com a pandemia, fez questão de votar. Se sentiu seguro e disse que ouviu as propostas dos candidatos na televisão pra fazer a escolha.

"Foi bom trabalho que fizeram me senti mais seguro. Tudo está ótimo". "Fui bem atendido foi bom demais. Escolhi tudo direitinho. Assisi a propostas de todos e escolhi meu candidato", disse.

Já no Colégio Santo Inácio, no bairro Dionísio Torres, as filas se formaram a partir das 6 horas. Paulo Martins, 75 anos, foi primeiro a entrar na unidade para votar. Ele trouxe o e-Título e ficou orgulhoso.

O Estado do Ceará tem, nestas eleições, 6.567.760 de eleitores aptos a votar, o que corresponde ao 8º maior colégio eleitoral do País. A faixa etária com maior número de votantes é de jovens. No público de 25 a 29 anos, são 738.503 eleitores. Em todo o estado, são mais de 18 mil seções eleitorais a disposição da população no domingo.

Legenda: Pintor foi um dos primeiros a chegar para votar na Uece em Fortaleza
Foto: Isaac Macedo

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política

Assuntos Relacionados