General Eduardo Pazuello é oficializado como ministro interino da Saúde

É o terceiro nome no comando do ministério durante a pandemia do novo coronavírus

Legenda: Eduardo Pazuello
Foto: Agência Brasil

O General Eduardo Pazuello foi oficializado como ministro interino da Saúde, nesta quarta-feira (3), conforme publicado no Diário Oficial da União. Pazuello era secretário-executivo da pasta e assumiu o comando interino após Nelson Teich pedir demissão, em 15 de maio. 

O presidente Jair Bolsonaro já afirmou que o general "vai ficar por muito tempo" no cargo. Bolsonaro afirmou que Pazuello é um bom gestor e tem uma boa equipe de médicos abaixo dele. Esse é o terceiro nome a comandar o Ministério da Saúde durante a pandemia do novo coronavírus.

A Covid-19 já fez mais de 31 mil vítimas no país. O país bateu um recorde de ocorrências nesta terça-feira (2), com 1.262 mortes confirmadas em 24h. Já são pelo menos 555.383 infectados pelo vírus.

Eduardo Pazuello é formado pela Academia Militar das Agulhas Negras e serviu ao governo na gestão do ex-presidente Michel Temer (MDB).

Em 2018, Eduardo Pazello assumiu o posto de general de divisão e já assumiu o comando da 12ª Região Militar no Amazonas.

Teich deixou o ministério antes de completar um mês no comando da pasta. Ele teve o poder minimizado pelo presidente, como ao ser informado informado pela imprensa de uma decisão do presidente de aumentar a lista de atividades essenciais. Ele assumiu o ministério após a demissão de Luiz Henrique Mandetta.

Bolsonaro exonerou após Mandetta após uma série de desentedimentos sobre as estratégias de enfrentamento da Covid-19 no País, como sobre o uso da cloroquina e o isolamento social