Eleições 2020: Conheça os candidatos que estão na disputa em Fortaleza

Entre veteranos e novatos em disputas pelo Poder Executivo, a capital cearense terá 11 candidatos a prefeito; conheça os escolhidos

Legenda: Dez candidaturas à Prefeitura de Fortaleza foram oficializadas, a primeira no dia 1º de setembro e as últimas nesta quarta-feira (16)
Foto: Arquivo DN

Fortaleza tem onze chapas oficializadas à disputa pelo cargo de prefeito durante o período de convenções partidárias, que encerrou nesta quarta-feira (16). Deste total, seis postulantes disputarão a Prefeitura da Capital pela primeira vez, dentre eles, o candidato governista à sucessão de Roberto Cláudio (PDT), o deputado estadual José Sarto (PDT). Os outros quatro são veteranos em pleitos municipais. Três deles, aliás, concorreram ao Executivo na eleição de 2016: Capitão Wagner (Pros), Heitor Férrer (Solidariedade) e Luizianne Lins (PT). Veja abaixo, em ordem alfabética, quem são os candidatos:

Capitão Wagner (Pros) 

Detentor da segunda maior coligação, o deputado federal Capitão Wagner disputará pela segunda vez a Prefeitura de Fortaleza em 2020. Ele já ocupou cargo de vereador e deputado estadual. Atualmente, é deputado federal. Na eleição de 2016, quando se candidatou a prefeito, foi derrotado no segundo turno por Roberto Cláudio. Para este ano, compôs coligação com Pros, Podemos, Republicanos, Avante, PSC, PMN, DC, PTC e PMB, mas não conseguiu atrair o apoio de partidos maiores, como DEM e PSDB. Ele terá ao lado nas eleições a advogada Kamila Cardoso como candidata a vice. Ela tem histórico de militante pelo direito das pessoas com deficiência. 

Célio Studart (PV) 

Desde a eleição de 2016, quando foi eleito o vereador mais votado de Fortaleza, o advogado Célio Studart ganhou projeção com a defesa da causa animal. A militância rendeu uma vaga na Câmara dos Deputados, em 2018. Presidente estadual do PV, Célio escolheu para a vaga de vice o advogado e ambientalista Francisco Galba Viana.  

Heitor Férrer (SD) 

Veterano político cearense, Heitor Férrer tenta pela quarta vez chegar à Prefeitura de Fortaleza. O político sempre teve a trajetória política ligada à formação, em medicina. Foi vereador de Fortaleza e está no quinto mandato como deputado estadual na Assembleia Legislativa. Ele viveu impasse nos últimos dias para definir quem estaria ao seu lado na chapa. O nomeado foi o também deputado Walter Cavalcante (MDB), após articulação com o ex-senador Eunício Oliveira.  

Heitor Freire (PSL) 

Líder estadual do ex-partido do presidente Jair Bolsonaro, o deputado estadual Heitor Freire enfrentou disputas internas no partido no Ceará logo após a eleição de 2018. No racha, o pesselista perdeu aliados ligados ao presidente, como os deputados estaduais André Fernandes (Republicanos) e Delegado Cavalcante (PSL), mas para a eleição ganhou o apoio do PRTB. Na composição deste ano, Heitor mira no discurso conservador que o tornou deputado federal. Ele terá ao lado  na chapa a cabo da Polícia Militar Laurice Maia.  

José Loureto (PCO)

Legenda: José Loreto
Foto: Divulgação

Filiado ao Partido da Causa Operária (PCO), a candidatura de José Loreto foi registrada praticamente na última hora do prazo de registro de candidaturas na Justiça Eleitoral, que terminou às 19h do último sábado (26). O partido vai sair com chapa "pura", sem o apoio de outras siglas. A candidatada a vice da chapa é Thais Helena.

Luizianne Lins (PT) 

Líder da última chapa a ser homologada em convenção, a ex-prefeita Luizianne Lins participou de intensas negociações para tentar aproximação eleitoral com o PDT. O PT também foi cotado em aliança com o MDB e o Solidariedade, mas as conversas não chegaram a acordo. Luizianne sairá em chapa pura com Vladyson Viana, secretário de Finanças e Planejamento da Executiva Estadual petista. O candidato a vice é ligado ao deputado federal José Guimarães.  

Paula Colares (UP) 

Professora substituta da rede municipal, Paula Colares foi escolhida pela Unidade Popular pelo Socialismo para encabeçar a chapa do partido. Será a primeira vez que a sigla, organizada em 2016, terá representante nas urnas. Paula terá ao seu lado o bancário Serley Leal, anunciado como candidato a vice. A chapa promete focar as propostas em geração de empregos, realização de concursos e aumento de investimentos em hospitais e creches.

Professor Anízio Melo (PCdoB) 

Líder sindical dos professores, Anízio Melo aposta no apoio da categoria para buscar uma vaga à Prefeitura de Fortaleza. Ao seu lado estará uma militante histórica do partido, a professora universitária Helena Serra Azul. Anízio Melo tem 60 anos e é natural do Rio de Janeiro. Filho de pais nordestinos, reside em Fortaleza há 40 anos. Formado em História pela Universidade Estadual do Ceará (Uece) e acadêmico de Direito, ele é educador desde 1985 e foi presidente do Sindicato Apeoc.  

Renato Roseno (Psol) 

Indo para a terceira disputa pela Prefeitura de Fortaleza, o deputado estadual Renato Roseno foi escolhido para representar o partido ao lado da ativista Raquel Lima (PCB) na disputa. O político também já disputou o Governo do Estado em 2006. Roseno chegou a defender uma candidatura única na Capital unindo a esquerda. Contudo, diante da falta de unificação, o Psol lançou candidatura própria. "

Samuel Braga (Patriota) 

Ex-vereador de Fortaleza – entre 1983 e 1992 –, Samuel Braga foi o primeiro pré-candidato a homologar a chapa, ainda em 1º de setembro. O político tem histórico parlamentar ligado à defesa da causa ambiental. Nestas eleições, ele terá ao lado a advogada Roberlene Rodrigues. O Patriota integrava a base do prefeito Roberto Cláudio, mas, para as eleições deste ano, o partido chegou a avaliar aliança com o PSL.

Sarto Nogueira (PDT) 

Deputado estadual no sétimo mandato consecutivo e presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Sarto foi escolhido entre cinco nomes do PDT e conseguiu aglutinar importantes aliados, incluindo antigos adversários. O presidente da Assembleia terá ao seu lado o vice Élcio Batista (PSB), ex-secretário da Casa Civil do governador Camilo Santana (PT). Além da proximidade com o governador Camilo Santana, do apoio dos irmãos Cid e Ciro Gomes, Tasso Jereissati (PSDB) também estará ao lado de Sarto. Completam a coligação PTB, PL, Cidadania, PSD e DEM.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política