Eduardo Pazuello comunica que não comparecerá presencialmente à CPI da Covid

O ex-ministro da Saúde alega que está com suspeita de Covid-19

Eduardo Pazuello
Legenda: A oitiva do militar estava marcada para acontecer nesta quarta-feira (4)
Foto: Agência Brasil

O ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, comunicou à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), criada para apurar as ações e possíveis omissões do Governo Federal no enfrentamento da pandemia da Covid-19, que não comparecerá presencialmente no Plenário do Senado para prestar depoimento nesta quarta-feira (5). 

Conforme o vice-presidente da comissão, Randolfe Rodrigues (REDE-AP), Pazuello alega que teve contato com pessoas suspeita de estarem infectadas com Covid-19, por isso não poderá comparecer.

"Fui comunicado que o ex-ministro Pazuello teve contato com dois coronéis auxiliares dele, neste final de semana, que estão com Covid. Então ele vai entrar em quarentena. Essa informação é extra-oficial", disse o presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), que deverá remarcar a data para oitiva do militar.

A parlamentar Eliziane Gama (Cidadania-MA) relembrou que ex-gestor do MS foi flagrado circulando em um shopping de Manaus sem máscara de proteção no mês passado.

A comissão está reunida nesta terça-feira (4) para ouvir os depoimentos dos ex-ministros da Saúde Luiz Henrique Mandetta Nelson Teich.

 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política