Disputas têm tendência à polarização na Região Norte; veja quem são os candidatos

Veja como está a disputa nos cinco maiores colégios eleitorais da região

Legenda: Sobral tem o maior número de eleitores da região Norte - mais de 142 mil
Foto: Arquivo DN

Nos municípios com maior colégio eleitoral da região Norte e da Serra da Ibiapaba, a tendência é de polarização entre duas candidaturas para o Executivo Municipal. Berço político dos Ferreira Gomes, Sobral tem o maior número de eleitores da região - mais de 142 mil. 

Na campanha, situação e oposição devem estar divididas em blocos. A coligação que apoia a reeleição de Ivo Gomes (PDT) e Christiane Coelho (PT) para a Prefeitura conta com 11 siglas. A convenção que confirmou a chapa foi também a que consolidou a primeira aliança eleitoral entre Ciro Gomes (PDT) e Tasso Jereissati (PSDB) depois de mais de uma década. 

A oposição também está unida em torno da candidatura de Dr. Oscar Rodrigues (MDB). Terceiro colocado nas eleições de 2016 na cidade, o suplente de senador Dr. Guimarães (Pros) tentou articular uma terceira chapa, com o apoio do PSL. Mas a sigla acabou preferindo se unir a coligação em torno de Rodrigues, que conta também com Republicanos, Avante e o Novo. 

Camocim

Em Camocim, a disputa irá ocorrer entre grupos políticos aliados ao governador Camilo Santana (PT). O deputado estadual Sérgio Aguiar (PDT) e a atual prefeita da cidade, Mônica Aguiar (PDT), tentam viabilizar a sucessora na Prefeitura do município. Em convenção na última terça-feira (15), foi homologada a candidatura de Elizabete Magalhães, conhecida como Betinha, e Dr. Ismael Pinheiro, pelo PDT. 

O MDB também irá lançar chapa de oposição, com Euvaldete Ferro e o ex-vereador Raimundo do Dão como candidatos a prefeito e vice, respectivamente. A chapa é apoiada pelo deputado estadual Romeu Aldigueri, correligionário de Sérgio Aguiar. 

Itapipoca e Viçosa

Em Itapipoca e Viçosa do Ceará, os atuais prefeitos irão tentar se reeleger. Na primeira, o prefeito João Barroso (PSDB) busca a reeleição contra o Felipe Pinheiro, do PT. A chapa de oposição é composta ainda por Dra. Jocélia (MDB) e terá o apoio do PDT. 

Em Viçosa, por outro lado, o atual prefeito Zé Firmino (MDB) deve enfrentar dois adversários. O ex-prefeito Divaldo Soares (PDT) irá disputar as eleições, após perder em 2016 para Firmino. Dr. Lima (PSB) irá compor a chapa como vice-prefeito. Enquanto o Pros homologou a candidatura de Max Mapurunga e Aurélio Carneiro. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política